Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MUSICPORTUGAL

Um novo conceito de Música / A new concept of Music

Justin Timberlake ft. Chris Stapleton - Say Something

[Justin Timberlake:]
Ooh
Yeah, alright
Ooh

Everyone knows all about my direction
And in my heart somewhere
I wanna go there, still I don't go there

Everybody says say something, say something, say something
Let's say something, say something and say something
I don't wanna get caught up in the rhythm of it

But I can't help myself, no, I can't help myself, no, no
Caught up in the middle of it
No, I can't help myself, no, I can't help myself, no, no, no
Caught up in the rhythm of it

[Justin Timberlake (Chris Stapleton):]
Maybe I'm looking for something I can't have
(Maybe I'm looking for something I can't have)
Maybe I'm looking for something I can't have

[Chris Stapleton:]
Everyone knows all about my transgressions
Still in my heart somewhere
This melody and harmony
For you and me, tonight
Whoa, I hear them call my name

Everybody says say something, say something, say something
Let's say something, say something and say something
I don't wanna get caught up in the rhythm of it

But I can't help myself, no, I can't help myself, no, no
Caught up in the middle of it
No, I can't help myself, no, I can't help myself, no, no, no
Caught up in the rhythm of it

[Justin Timberlake (Chris Stapleton):]
Maybe I'm looking for something I can't have
(Maybe I'm looking for something I can't have)
Maybe I'm looking for something I can't have
(Maybe I'm looking for something I can't have)
Maybe I'm looking for something I can't have
(Maybe I'm looking for something I can't have)
Maybe I'm looking for something I can't have
(Maybe I'm looking for something I can't have)

[Justin Timberlake & Chris Stapleton:]
Sometimes the greatest way to say something is to say nothing at all
Sometimes the greatest way to say something is to say nothing at all
Sometimes the greatest way to say something is to say nothing

But I can't help myself, no I can't help myself, no, no
Caught up in the middle of it
No I can't help myself, no I can't help myself, no, no, no
Caught up in the rhythm of it

[Justin Timberlake (Chris Stapleton):]
Maybe I'm looking for something I can't have
(Maybe I'm looking for something I can't have)
Maybe I'm looking for something I can't have
(Maybe I'm looking for something I can't have)
Maybe I'm looking for something I can't have
(Maybe I'm looking for something I can't have)
Maybe I'm looking for something I can't have
(Maybe I'm looking for something I can't have)

[Justin Timberlake & Chris Stapleton:]
Sometimes the greatest way to say something is to say nothing at all
Sometimes the greatest way to say something is to say nothing at all
Sometimes the greatest way to say something is to say nothing

 

 

justin-timberlake-say-somethingjpg.jpg

Alexander Search regressa aos palcos a 18 de Maio no Olga Cadaval em Sintra

Depois do anúncio do regresso de Salvador Sobral aos palcos, a banda de rock liderada pelo pianista Júlio Resende e que conta com o vencedor da Eurovisão na voz, está também de regresso com várias datas agendadas.


Após a estreia que agitou o palco EDP na última edição do Super Bock Super Rock, a banda regressará aos concertos com data marcada para o dia 18 de Maio no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, para um concerto de apresentação do disco homónimo, Alexander Search. 


Recorde-se que Alexander Search é um dos muitos heterónimos ingleses de Fernando Pessoa, escolhido por Júlio Resende para dar nome a esta banda de rock eletrónico com influências indie-pop, cujas canções têm por base os poemas assinados por este heterónimo Pessoano que passou a adolescência na África do Sul.

Inspirado pelo universo da heteronímia Pessoana, Júlio Resende envolve o universo da banda numa ficção e assume também ele um heterónimo - Augustus Search - desafio alargado aos restantes elementos do conjunto.


Salvador Sobral é Benjamin Cymbra e dá voz às canções da autoria de Resende ou melhor, de Augustus Search. O guitarrista Daniel Neto assume o papel de Marvel K., cabendo a André Nascimento a personagem de Sgt. William Byng na vertente eletrónica. A bateria e percussão ficam a cargo do talentoso baterista de jazz Joel Silva, encarnando o misterioso Mr. Tagus.


PRIMEIRAS DATAS CONFIRMADAS:

18 Maio | Centro Cultural Olga Cadaval | Sintra
03 Junho | Casa da Cultura | Ílhavo
16 Junho | Cine-Teatro Avenida | Castelo Branco
14 Julho | Casa da Música | Porto
 

Os bilhetes estarão à venda nos locais habituais e está previsto o anúncio de mais datas de concertos em breve.

 

Alexander Search - foto.png

Richie Campbell cabeça de cartaz do NOS Summer Opening dia 21 de julho

Richie Campbell foi um dos principais pilares da imposição das boas vibrações do reggae no nosso país, mas é inegável que com a edição recente da mixtape Lisboa, a voz de “Do You No Wrong” reinventou-se. A incrível proeza de Richie Campbell, como recentemente se constatou na sua consagração num Altice Arena repleto de um público vibrante, parece no entanto ser a sua capacidade de reter todos os fãs que o aplaudiram desde o início e, ao mesmo tempo, conquistar novos com cada música que vai revelando ao mundo. 

 

Recorde-se que Richie Campbell estreou-se na Madeira na primeira edição do “Summer Opening” em 2013, debaixo de uma intensa chuva. Desde essa data, e à medida que se tornou num dos mais influentes artistas portugueses, dos mais acarinhados na região, registando casa cheia no Parque nos seus regressos em 2014 e 2016, sempre em exclusivo na região, no entretanto já designado NOS Summer Opening. Richie Campbell é um artista fortemente identificado com a identidade do evento, o sucesso alcançado com o novo álbum e o facto de continuar a ser dos artistas mais pedidos pelos nossos seguidores nas nossas redes, justifica em pleno este regresso.

 

Richie Campbell no dia 21 de julho, “NOSSO” mais uma vez.

 

Confirmada está também a actuação de Salvador Sobral no terceiro dia do NOS Summer Opening, a 22 de julho. O vencedor do Festival da Eurovisão estará presente na conferência de imprensa que irá decorrer no Pestana CR7 Hotel, no Funchal, dia 26 de março, às 12 horas.

 

Bilhetes já à venda!

 

Os bilhetes para a edição de 2018 do NOS Summer Opening já estão à venda. Até dia 10 de Junho, o passe de 3 dias tem o custo de 35€, o de dois dias (6ª e sábado) de 25€ e o bilhete diário (6ª ou sábado) de 20€. O bilhete diário de domingo custa 15€. Os preços depois assumem outros valores, por isso adquire já o teu bilhete, à venda na FNAC, Forum Madeira, lojas CTT, Worten, Ticketline.pt e Festicket.com.

 

Richie Campbell cabeça de cartaz do NOS Summer Op