Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MUSICPORTUGAL

Um novo conceito de Música / A new concept of Music

Banda brasileira Ellefante em tour por Portugal

Os Ellefante são oriundos de Brasília e formados pelo vocalista e guitarrista Fernando Vaz, pelo baixista Adriano Pasqua e pelo baterista João Dito. A música do trio consiste numa proposta madura: a sensibilidade das harmonias e das melodias são uma mescla de música brasileira, pop, blues e outras influências do rock alternativo que vão da folk aos ritmos africanos.

 

As músicas da banda são um convite subtil e criativo na quebra da neutralidade e da passividade dos sentidos. O propósito é falar de coisas simples que as pessoas vivem no seu quotidiano. Recomeço, escolhas, aprendizagem, evolução, auto-conhecimento, amores e desamores são temas que entrelaçam as letras e as melodias, fazendo um contraponto intemporal que cria o vínculo que une o ser humano. Eis que resgatar um elo entre as pessoas, os seus sentimentos e a sua relação com o mundo é o que move os Ellefante através da arte.

 

Marcados pela sonoridade do Rock alternativo, os Ellefante, são considerados uma banda brasileira revelação que se distingue pela sua musicalidade crua e enigmática.

 

Dor Que Vai Durar” foi o primeiro single que o povo lusitano conheceu e que nos conquistou por completo.

 

 

Agora, Ellefante, prepara-se para arrebatar a Europa e mostrar o seu talento ao vivo e a cores em Portugal. A banda dá início a esta caminhada musical já no próximo mês de Agosto. Será possível vê-los em palco de dia 22 a 25 de Agosto pela mão da Music For All.

 

Confere abaixo todas as informações relativa a esta Tour:

 

- 22.08 | Tokyo bar |  23h30 | 5€

- 23.08 | Hard Rock Porto | 22h30 | Entrada Livre

- 24.08 | Data a anunciar

- 25.08 | Data a anunciar

 

Acompanha a banda brasileira, no facebook, em https://www.facebook.com/ellefanteoficial/?ref=page_internal.

 

ellefante.jpg

Diogo Piçarra - Paraíso

Passa a mão no rosto sem perceber
Pede mais um copo para esquecer
E torna tudo isto um pouco menos difícil de aguentar

Sorriu para mim sem me conhecer
Pergunto-lhe se nos voltamos a ver
Um dia, noutro sítio
Se eu me lembrar disto amanhã

[Refrão]
Às vezes só queria desaparecer
Perder-me nos teus braços até morrer
Se isto é o paraíso, então já não preciso de outro lugar (2x)

Passas-me na mente
E eu volto de repente
Àquele nosso sítio
Que eu não consigo deixar
Não sei se é de mim ou não queres saber
Pergunto-me de nos voltamos a ver
Porque nada é impossível
Quando ainda é possivel acreditar

[Refrão]
Às vezes só queria desaparecer
Perder-me nos teus braços até morrer
Se foi o paraíso, não quero outro sitio para voltar (2x)


Não me deixas agora, não agora
Porque eu já mal consigo distinguir
Aonde é o paraíso sem ti

Às vezes só queria desaparecer
Perder-me nos teus braços até morrer
Se isto é o paraíso...
Às vezes só queria desaparecer
Perder-me nos teus braços até morrer
Se isto é o paraiso, então já não preciso de outro lugar
Se isto é o paraiso, então já não preciso de outro lugar
Se foi o paraíso, nao quero outro sítio para voltar

 

 

DiogoPiçarraParaíso.jpg

ZAYN - Entertainer

You thought you had me, didn't you?
When you lied to my face I could see the truth
Every step of the way I knew
How you fool me, boo
Guess you didn't know that

You were my favorite entertainer
I watch you, I laugh away, fuck with you
Don't you take me for a fool
In this game I own the rules
You were my favorite entertainer
I watch you, I laugh away, fake it too
Don't you take me for a fool
Imma show you thing or two

Never see me coming, I will turn you down
When you need me the most, I will turn you
When you need me the most, I will turn you down
Never see me coming, I will turn you down
When you need me the most, I will turn you
When you need me the most, I will turn you down

Thought that you were smarter, I'm ashamed for you
I knew it right away when you stopped loving me
It happened when your touch wasn't enough for me
Thought that you should know that

You were my favorite entertainer
I watch you, I laugh away, fuck with you
Don't you play me for a fool
In this game I own the rules
You were my favorite entertainer
I watch you, I laugh away, fake it too
Don't you play me for a fool
Imma show you thing or two

Never see me coming, I will turn you down
When you need me the most, I will turn you
When you need me the most, I will turn you down
Never see me coming, I will turn you down
When you need me the most, I will turn you
When you need me the most, I will turn you down

Know it's harder to take
But let's face it
No one's playing no games
'Cause that's basic
I'm being straight up
I know a fake love when I see it anyway
Imma turn you down, when you need me anyway
Anyway, anyway
(I know you need me the most)

Never see me coming, I will turn you down
When you need me the most, I will turn you
When you need me the most, I will turn you down
Never see me coming, I will turn you down
When you need me the most, I will turn you
When you need me the most, I will turn you down

I know you need me the most
The most, the most
(One more time)

 

 

zaynentertainer.jpg

António Zambujo & Miguel Araújo I “28 Noites Ao Vivo nos Coliseus” nas lojas a 8 de Junho

Em 2016, António Zambujo e Miguel Araújo protagonizaram um fenómeno sem igual na música portuguesa. Ao longo do ano deram 28 concertos esgotados nos Coliseus de Lisboa e do Porto, 28 noites muito especiais que ficarão para sempre na memória das milhares de pessoas que estiveram presentes. Agora é editado o álbum duplo “28 Noites Ao Vivo nos Coliseus”, que chega às lojas no próximo dia 8 de junho.

 

Até esse dia, pode fazer a reserva deste álbum ao vivo em primeira mão nas várias lojas e plataformas digitais, estando o disco já disponível em regime de pré-venda.

 

Nas rádios nacionais já podemos ouvir dois singles deste disco e recordar estes concertos tão marcantes, nomeadamente “Lambreta”, de António Zambujo, e “Recantiga”, de Miguel Araújo.

 

Em 28 concertos, António Zambujo e Miguel Araújo atuaram para cerca de 82 mil espectadores. Partilharam canções dos repertórios a solo de cada um, e outros temas que os influenciaram, como “João e Maria” de Chico Buarque, “Sampa” de Caetano Veloso, “Don’t Think Twice It’s All Right” de Bob Dylan ou “Bohemian Rhapsody” dos Queen.

 

Dois anos depois, temos agora o melhor do que foram essas 28 noites de partilha entre António Zambujo e Miguel Araújo com o disco “28 Noites Ao Vivo nos Coliseus”, que inclui 32 temas e é editado a 8 de Junho.

 

antoniozambujomiguelaraujo.png