Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MUSICPORTUGAL

Um novo conceito de Música / A new concept of Music

5 DESCOBERTAS DA SEMANA (edição 07/09/2018)

Precisas de ouvir MÚSICAS completamente NOVAS? Então este artigo foi feito para ti!

 

Ouve, todas as semanas, as 5 descobertas da semana na MUSICPORTUGAL! Podes partilhar connosco, na área de comentários, as tuas descobertas musicais da semana!

 

Badoxa - Eu sei

 

Silk City (Diplo, Mark Ronson) ft. Dua Lipa - Electricity

 

Ina Wroldsen, Alok - Favela

 

Reis da República I "Fábulas" [NOVO ÁLBUM]

 

Sigala, Ella Eyre, Meghan Trainor ft. French Montana - Just Got Paid

 

5 DESCOBERTAS DA SEMANA.png

Gravações inéditas dos Queen na banda sonora do filme “Bohemian Rhapsody”... disco chega às lojas no dia 19 de outubro

Serão lançados pela primeira vez temas gravados ao vivo dos Queen no concerto lendário do Live Aid como parte da banda sonora do filmeBohemian Rhapsody”, que conta a história de Freddie Mercury e do percurso incrível dos Queen


O concerto histórico teve lugar em Wembley, em julho de 1985, sendo que estas gravações estão entre as raras preciosidades e versões inéditas do catálogo da banda.

 

Além das gravações no Live Aid dos temas “Bohemian Rhapsody”, “Radio Ga Ga”, “Hammer to Fall” e “We Are the Champions”, o disco inclui outras gravações ao vivo raras que abrangem toda a carreira dos Queen, novas versões de clássicos da banda, e uma seleção das melhores gravações de estúdio do grupo. Entre elas estão alguns dos maiores êxitos dos Queen, incluindo 11 hinos que atingiram o 1.º lugar dos tops de vendas em todo o mundo.

 

Bohemian Rhapsodydeverá estrear em Portugal a 1 de novembro. O filme é protagonizado por Rami Malek (na pele de Freddie), Gwilym Lee (Brian May), Ben Hardy (Roger Taylor), Joe Mazzello (John Deacon) e Lucy Boynton (Mary Austin, companheira de vida de Freddie). A banda sonora é editada em CD e formato digital a 19 de outubro.

 

O filme e a banda sonora original de “Bohemian Rhapsody” vão mostrar os Queen a uma nova geração de ouvintes, recordando os antigos fãs do quão extraordinária foi esta banda no seu pico de carreira. Os Queen mantêm-se performers espectaculares, tanto ao vivo como em estúdio, e as suas canções sobreviveram e bem à prova do tempo. Quase 50 anos depois de se terem juntado, os Queen continuam a ser uma das bandas mais queridas na história do rock.

 

O alinhamento original de “Bohemian Rhapsody”:


1. “20th Century Fox Fanfare” 
2. “Somebody To Love”
3. “Doing All Right... revisited (Performed by Smile) ”
4. “Keep Yourself Alive (Live At The Rainbow) ” 
5. “Killer Queen” 
6. “Fat Bottomed Girls (Live In Paris)” 
7. “Bohemian Rhapsody 5” 
8. “Now I'm Here (Live At Hammersmith Odeon) ” 
9. “Crazy Little Thing Called Love” 
10. “Love Of My Life (Rock In Rio)” 
11. “We Will Rock You (Movie Mix)” 
12. “Another One Bites The Dust” 
13. “I Want To Break Free” 
14. “Under Pressure (Performed by Queen & David Bowie)” 
15. “Who Wants To Live Forever” 
16. “Bohemian Rhapsody (Live Aid)” 
17. “Radio Ga Ga (Live Aid)” 
18. “Ay-Oh (Live Aid)” 
19. “Hammer To Fall (Live Aid)” 
20. “We Are The Champions (Live Aid)” 
21. “Don't Stop Me Now… revisited” 
22. “The Show Must Go On”

 

Bohemian Rhapsody.png

MÚSICA NOVA DO DIA I Filipe Sambado & Os Acompanhantes de Luxo - Alargar o Passo

Filipe Sambado tem muitos dons. Fazer hinos à possibilidade de nós sermos outra coisa, de sermos coisas para as quais ainda não temos nomes, é apenas um.

 

Em "Alargar o Passo" - o novo single do álbum "Filipe Sambado & os Acompanhantes de Luxo", editado em 2018 pela NorteSul, label da Valentim de Carvalho -, quando canta “só quero correr até já não fazer sentido”, dá vontade de ir com ele para esse lugar onde tudo pode ser o que quisermos. Dá vontade de nos perdermos, com a certeza de que nos vamos encontrar.

 

O videoclipe de "Alargar o Passo" esteve em estreia absoluta na Comic Con Portugal. Realizado por Gonçalo Soares Castelo, é uma viagem frenética por universos e realidades à medida de cada um, com subtis (ou não) referências à imensidão que habita dentro de cada um de nós.

 

 

Filipe Sambado Alargar o Passo.jpg

 

Para ouvires mais SUGESTÕES MUSICPORTUGAL clica neste link: http://musicportugal.blogs.sapo.pt/tag/sugest%C3%A3o+musicpt ... mais MÚSICAS NOVAS em http://musicportugal.blogs.sapo.pt/tag/m%C3%BAsicas+novas.

Metallica reeditam o álbum “…And Justice For All” a 2 de novembro

Os Metallica estão a comemorar o 30.º aniversário do lançamento do marcante quarto álbum de estúdio, “…And Justice For All”, com a notícia da reedição do disco, a 2 de novembro.

 

A reedição de “…And Justice For All” foi remasterizada de forma a garantir a melhor qualidade sonora, tendo esse trabalho sido supervisionado por Greg Fidelman.

 

Esta nova edição estará disponível em formato digital e físico e as pré-vendas já começaram em www.metallica.com, onde os fãs podem ver todos os detalhes da reedição e alinhamentos. As pré-vendas de todos os formatos receberão o download imediato de “Dyers Eve (Remastered), enquanto as pré-vendas das edições Expanded e Deluxe receberão ainda o download imediato de "Eye of the Beholder (Live at Hammersmith Odeon, London, England – October 10th 1988).

 

A reedição de “…And Justice For All” estará disponível fisicamente como um 2LP de 180 gramas, numa edição Standard de 1CD, numa edição Expanded de 3CD, em cassete e numa caixa Deluxe de edição limitada. As edições Standard e Deluxe estarão disponíveis também para streaming e download, enquanto a edição Expanded só estará disponível para download no formato digital. A edição Expanded inclui maquetes nunca editadas, misturas “rough”, temas gravados ao vivo também nunca lançados até hoje, e um livreto com fotografias inéditas de Ross Halfin. A caixa Deluxe inclui o duplo LP remasterizado, um picture disc de “One”, 3LPs com a atuação icónica em Seattle em 1989 remisturada por Greg Fidelman, 11 CDs, 4DVDs, um conjunto de 4 remendos e um livro de 120 páginas com fotografias inéditas e histórias nunca antes contadas.

 

…And Justice For Allfoi lançado originalmente – apesar do que a internet possa dizer – a 7 de setembro de 1988. Conquistou 8 Galardões de Platina nos EUA e foi o primeiro álbum dos Metallica a contar com o baixista Jason Newsted. Na altura, venceram o seu primeiro Grammy, para Melhor Performance Metal com o single “One”. “…And Justice For All” foi também o álbum dos Metallica mais aclamado pela crítica até à data, tendo sido descrito pela Rolling Stone como “uma maravilha de agressão canalizada na precisão”, enquanto a Spin definiu-o como “um excelente disco duplo”, além de ter sido eleito um dos melhores discos do ano pelo Village Voice.

 

Metallica reeditam o álbum “…And Justice For

Hozier está de volta com novo EP: “Nina Cried Power”

Hozier acaba de lançar o seu novo EP, intitulado “Nina Cried Power”. O EP contém quatro novos temas escritos e interpretados por Hozier, sendo que o primeiro single, que dá título ao disco, conta com as participações da lendária cantora soul/gospel Mavis Staples e do músico icónico Booker T. Jones no órgão.

 

O single “Nina Cried Power” canaliza o espírito e a energia do protesto e do ativismo social. Nesta canção, Hozier cita vários artistas icónicos, ativistas e líderes do movimento pelos direitos civis cujas mensagens, ativismo e atividade artística contribuíram para a mudança através do protesto. Entre os mencionados na canção estão, entre outros, Joni Mitchell, John Lennon, James Brown, Nina Simone ou Mavis Staples – cuja voz se ouve no tema.

 

O EP “Nina Cried Power” continua com o segundo tema “NFWMB”, uma canção mais suave que contrasta com o tema de abertura. Segue-se “Moment’s Silence”, um tema uptempo, inspirado pelos blues e cuja letra é uma ode à paz e ao amor, mesmo quando rodeados de caos e confusão no resto do mundo. O tema final do EP, “Shrike”, é um exemplo do poder vocal de Hozier e do seu lirismo poético: “Remember me love when I’m reborn…As the shrike to your sharp and glorious thorn.”

 

O alinhamento de “Nina Cried Power” é o seguinte:


. “Nina Cried Power” (feat. Mavis Staples)
. “NFWMB
. “Moment’s Silence (Common Tongue)” 
. “Shrike

 

Andrew-Hozier Byrne, conhecido como Hozier, é um músico, cantor e compositor premiado, natural da Irlanda. O seu álbum de estreia, “Hozier”, foi lançado em 2014 e inclui o single multiplatinado “Take Me to Church”, nomeado para os Grammys e vencedor do Ivor Novello Award para Melhor Canção.

 

O EP “Nina Cried Power” já está disponível. Podem ouvir as novas canções de Hozier aqui: https://hozier.lnk.to/FollowPR

 

hozier Nina Cried Power.png