Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MUSICPORTUGAL

Um novo conceito de Música / A new concept of Music

[ESPECIAL] Análise aos novos álbuns de Tony Bennett & Diana Krall, Madeleine Peyroux, David Fonseca, 30 Seconds To Mars e Toni Braxton

A Universal Music Portugal é uma das principais parceiras da MUSICPORTUGAL no que toca ao desenvolvimento de entrevistas, notícias, conteúdos exclusivos, etc. A editora tem-me enviado para casa, de vez em quando, CD’s promocionais cujo objetivo da MUSICPT passa por divulgar os mesmos no site e nas redes sociais. Recentemente, recebi 5 belos cd’s - espécie de presente de aniversário antecipado... é com orgulho, dedicação e muito tempo de audição que te falo dos novos álbuns do Tony Bennett com Diana Krall, Madeleine Peyroux, David Fonseca, 30 Seconds To Mars e Toni Braxton.

 

Começamos pelo novo disco da dupla Tony Bennett e Diana Krall. “Love Is Here To Stay” celebra a bela amizade que existe entre os dois e a paixão pela música, só podia! Gostaria de destacar a diferença de idades entre os dois. Tony tem 92 anos e Diana tem 53 anos. São duas grandes vozes, uma mais jovem, outra mais velha, que juntas formam um belo e poderoso disco. Este novo trabalho é editado por ocasião do 120.º aniversário do nascimento de George Gershwin, a 26 de setembro. Mas quem é George Gershwin? Foi um compositor dos Estados Unidos, que escreveu a maioria dos seus trabalhos vocais e teatrais em colaboração com o seu irmão mais velho, o letrista Ira Gershwin. As suas canções tornaram-se em standards do jazz americano, como “Love Is Here To Stay”, “I’ve Got a Crush on You”, “Rhapsody In Blue”, “I Got Rhythm”, “Fascinatin’ Rhythm”, “Embraceable You”, “S’Wonderful”, entre outras. O álbum é dedicado a Gershwin porque Tony Bennett e Diana Krall têm enorme admiração pela música de George e Ira Gershwin, daí a sua homenagem! Os artistas interpretam vários standards populares e temas do repertório jazzístico que se mantêm intemporais. Ambos são músicos multiplatinados e vencedores de vários Grammys, Bennett é o único artista que com 85 e 88 anos teve um álbum que entrou diretamente para o n.º 1 do Billboard Top 200, enquanto Krall é a única artista de jazz a ter oito álbuns que se estrearam no 1.º lugar da tabela Billboard’s Jazz Albums. Vale a pena ouvir este novo álbum? Sim! E mais não digo!

 

Ainda dentro do ramo do jazz vocal, chegou-me às mãos o disco “Anthem” da Madeleine Peyroux. Sou desde já sincero contigo... não fazia ideia quem era Madeleine... até agora! É uma cantora de jazz americana, isso já eu sabia, mas o que eu não tinha conhecimento é que ela é especialmente lembrada pelo seu estilo vocal, que lembra muito o estilo e voz da cantora Billie Holiday. Concordo! Sobre o disco, este surge dez anos depois de editar o seu último álbum de músicas originais. Em “Anthem” podemos esperar músicas muito trabalhadas e com muito talento, pois a cantora envolveu uma equipa de cinco escritores e 18 músicos participantes. É um disco que desafia o jazz e envolve um território contemporâneo inexplorado onde poucos se ousariam a aventurar. A título de curiosidade, o nome do álbum faz parte de uma música do Leonard Cohen, que para Peyroux tornou-se no seu hino pessoal, juntando assim todas as histórias e temas neste disco. 12 temas, quase uma hora de excelentes músicas, que passam por “On My Own”, “All My Heroes”, “Lullaby” até “Liberté”. A melhor música é a faixa 4... descobre “Anthem” e deixa-te levar pela voz de Madeleine Peyroux.

 

Já tinha saudades de ter um CD de um artista português na minha estante, apesar de o álbum ser todo ele cantado em inglês. Veio como presente, “Radio Gemini”, do enorme David Fonseca. Antes de o disco ser lançado, eu já tinha curiosidade em ouví-lo, pois segundo o próprio, este disco baseou-se num programa de rádio, e tu bem sabes que eu tenho uma enorme paixão por este meio de comunicação. Apesar de ter 21 faixas, o disco tem só 60 minutos porque basicamente o disco é feito como uma playlist, contou o próprio à Rádio Comercial. Como na rádio o tempo passa a correr, porque a música é toda ela “viciante”, este álbum ouve-se muito bem e deixa com aquela vontade de fazer repeat. Uma dica, se este novo trabalho é como um programa de rádio, então ouve-o com muita atenção! “Welcome to Radio Gemini” para começar, e “Closing Theme” para fechar! Um conceito único que faz com que o David Fonseca também seja único!

 

O rock continua vivo e prova disso é o quinto álbum de estúdio da banda 30 Seconds to Mars, “America”. Não te confudas com o nome do disco... existem várias versões. Na edição deluxe encontramos os seis “típicos” e famosos nomes americanos, “Kylie”, “Elvis”, “Kanye”, “Jesus”, “Lebron” e “Oprah”... nomes de luxo, sem dúvida! Noutras versões encontras as seis preferidas posições sexuais, seis agências federais, outros nomes americanos, os salários dos seis youtubers mais famosos do mundo, as seis marcas mais valiosas, os desportos mais perigosos, etc. Nem sei ao certo quantas capas existem, mas tenho certeza que só por esta ideia baseada na América, já vale a pena adquirir uma versão física deste disco. Sobre as músicas, a banda não perdeu as suas origens e presenteia-nos com doze grandes músicas. O disco fica-se pelas quatro estrelas... fica como conselho “Live Like a Dream”, o título da faixa número 11. Experimenta ouvir “America” e depois diz-nos algo!

 

O último disco pertence à Toni Braxton. A artista esteve desaparecida do mundo da música, durante algum tempo, mas regressou agora com “Sex & Cigarettes”. O CD traz-nos apenas oito músicas e não dá para matar saudades da cantora do mega sucesso “Un-Break My Heart”. Valeu a pena o esforço, principalmente pela música “My Heart” com a participação da Colbie Caillat, mas não chega. Na minha opinião, acho que faltou alguma divulgação extra por parte da cantora. Nem na rádio ouvimos alguma música deste novo álbum. Pode ser que com o tempo alguém se lembre de partilhar este disco.

 

Obrigado à Universal por apostar, diariamente, na MUSICPORTUGAL! Sem esta parceria, não seriamos o que somos hoje. Agradecimento especial à Mariana Morado, membro da editora, que estabelece sempre contacto com o site e comigo, de forma a valorizar ambos os projetos! Obrigado! :)

 

cd2018.png