Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MUSICPORTUGAL

Aqui, APOIAMOS O TALENTO NACIONAL!

MUSICPORTUGAL

22 de Maio, 2020

CLÃ - VÉSPERA [novo álbum]

Ouve aqui o novo álbum dos Clã com as letras oficiais.

CLÃ - SINAIS

 

[Estrofe 1]
Ontem à noite
A terra tremeu
Não foi notícia
Ninguém mais sentiu

Sombras sem dono
Varreram o chão
Portas rangeram
Pedindo atenção

Ninguém quis ouvir

[Refrão]
E até ver
Em cada sinal
Há só resquícios de mim

Mas eu sei
Que vou pontual
E este é o princípio do fim

[Pós-Refrão]
É o começo do fim

 

[Estrofe 2]

Hoje nos ombros
No meu cabelo
Pousam gaivotas
Pedem-me asilo

Brincam nos parques
Crianças com os pais
Nasceram grisalhas
Ninguém liga aos sinais

Ninguém lê os sinais

[Refrão]
E até ver
Em cada sinal
Há só resquícios de mim

Mas só eu sei
Que vou pontual
E este é o princípio do fim

[Refrão 2]
E até ler
A cena final
Não vou saber ao que vim

 

Que estou pontual
E este é o princípio do fim

[Pós-Refrão]
Eu sei que é o fim
O começo do fim
Eu sei que é o fim

 

 

CLÃ - TEMPO-ESPAÇO

[Estrofe 1]
Do teto escuro do planetário
Desce um pavor existencial
Um desamparo tão primitivo
Que me sinto suspensa num fio umbilical

[Refrão 1]
Se neste manto negro vou
Para o infinito
Se neste tempo-espaço eu sou
Um cisco
Se nesta esfera até a luz
É em segunda mão
Será que tudo é ilusão
Ou existe?

[Pós-Refrão]
É ilusão ou não?
Ilusão ou não?

[Estrofe 2]
E pela lente do telescópio
Baixa uma angústia sideral
Esta existência é tão diminuta
Que me sinto esmagada no vácuo original

 

[Refrão 1]

Se neste manto negro vou
Para o infinito
Se neste tempo-espaço eu sou
Um cisco
Se nesta esfera até a luz
É em segunda mão
Será que tudo é ilusão
Ou existe?

[Pós-Refrão]
É ilusão ou não?
Ilusão ou não?

[Refrão 2]
Se no céu há mais estrelas
Que areia no deserto
Se é verdade o que nos diz
Saddam
E se o Sol que vejo ao longe
É a que está mais perto
Com que força me desperto
Amanhã?

[Outro]
Quem sou eu aqui?
Ilusão ou não?
Quem sou eu aqui?
É ilusão ou não?

 

 

CLÃ - OH, NÃO! OUTRA VEZ

[Estrofe]
Mesmo sem se dar por isso
O passado vem a nós
Tudo o que era volta a isso, o seu eco é sua voz
Mesmo sem se dar por isso
Tudo o que era volta a nós
O passado faz por isso, o seu eco é a nossa voz

[Pré-Refrão 1]
É a voz de quem espera do futuro um presente mais justo
Diferente
A voz que ardeu a custo e tarde ou cedo vai dizer liberdade
Premente

[Refrão 1]
Oh, não! Outra vez!
Cumpridas guerras e fomes, era o fim
Oh, não! Era o fim
A face enxuta, o fim do filme, e não na terra esta luta

[Estrofe]
Mesmo sem se dar por isso
O passado vem a nós
Tudo o que era volta a isso, o seu eco é sua voz
Mesmo sem se dar por isso
Tudo o que era volta a nós
O passado faz por isso, o seu eco é a nossa voz

 

[Pré-Refrão 2]

Voz de quem vai ao fundo e vem à tona só por vir respirar
Mais ar
Um ar não contaminado, nunca é cedo, ainda é tarde e demora
É agora

[Refrão 2]
Oh, não! Outra vez
Cumpridas guerras, fomes, era o fim
Oh, não! Pesadelo
Há que vivê-lo por dentro e logo após desfazê-lo

[Estrofe]
Sem se dar por isso
O passado vem a nós
Tudo o que era volta a isso, o seu eco é sua voz
Sem se dar por isso
Tudo o que era volta a nós
O passado faz por isso, que o seu eco é a nossa voz

[Ponte]
Era uma vez o ser humano
A ser extinto em cinzas
Eram já muitos, somos já nada
A ser desfeito em cinzas
Cinzas, pó e nada!

 

E assim se faz noite, e depois
Assim se faz luz em faróis
E assim mata a guerra entre dois
E assim vive a paz entre sóis

 

 

CLÃ - ARMÁRIO

[Verso 1]
Eu vou no arrepio
Eu vivo o desconforto
Eu sinto o calafrio
Pressinto o maremoto
Eu falho sempre o tiro
E digo que é por pouco
Faço mira ao destino
Mas do lugar do morto

Isto é um ápice
Isto é um triz
Eu estive quase
P'ra ser feliz

[Verso 2]
Hesito e não mergulho
O susto não me passa
Eu já não tenho orgulho
Mas prezo a carapaça
É onda que recua
É nuvem que ameaça
Eu já nem saio à rua
Com medo da desgraça

 

Oh, oh oh
Dentro do meu armário não há verão
Oh, oh oh
Eu sou como o canário da mina de carvão

[Pós-Refrão]
Eu sinto falta de ar
Eu tenho falta de ar

As aves já não piam
O calo já não sofre
As folhas rodopiam
E cheira a enxofre
Eu sou um gato preto
Eu nunca tenho sorte
Faço secar o trevo
Posso agoirar a morte

[Pré-Refrão]
É um ápice
É um triz
Eu estive quase
P'ra ser feliz

[Refrão]
Oh, oh oh
Aqui no meu armário não há verão
Oh, oh oh
Eu sou como o canário da mina de carvão
Oh, oh oh
No escuro do armário não há verão
Oh, oh oh
Eu sou como o canário da mina de carvão

 

Eu sinto falta de ar
Preciso sair
Eu tenho falta de ar
Eu quero sair
Não dá p'ra respirar
Eu quero sair

 

 

CLÃ - PENSAMENTOS MÁGICOS

[Verso 1]
Presa nos limites duma condição
Dou passos em volta como na prisão
Cavar ou não o túnel, eis a questão
A estudar a fuga até à exaustão

E olhar para mim
A fugir, a fugir

[Verso 2]
Ver em cada fenda a salvação
Ver em cada cor uma visão
De cada silêncio tirar uma lição
Ouvir em cada nota uma canção

E dançar até cair
Dançar e cair

[Refrão]
A sombra que há em mim não conhece fronteiras
A ave que há em mim sobrevoa barreiras
A força em mim não conhece fronteiras
A ave que há em mim sobrevoa barreiras

 

[Pós-Refrão]

E voar
Até escapar

[Verso 3]
Ver em cada sombra uma réplica do breu
E ver em cada coisa uma súplica do léu
Ver em cada passo um súbito apogeu
E ver como o azul se duplica no céu

[Refrão]
A sombra que há em mim não conhece fronteiras
A ave que há em mim sobrevoa barreiras
A força em mim não conhece fronteiras
A ave que há em mim sobrevoa barreiras
A força em mim não tem fronteiras
A ave em mim não vê barreiras

[Instrumental]

[Refrão]
A sombra que há em mim não conhece fronteiras
A ave que há em mim sobrevoa barreiras
A força em mim não tem fronteiras
A ave em mim não vê barreiras

 

 

CLÃ feat. ARNALDO ANTUNES - A ARTE DE FALTAR À ESCOLA

[Estrofe 1]
Não sentes tremer a terra?
Línguas de fogo e de gelo
Não sentes que a luz te ferra
Na nuca e no tornozelo?

[Refrão]
Mas só os que ainda crescem
Em massa desobedecem

[Estrofe 2]
Tudo murcha, tudo seca
No dilúvio e na aridez
Arde bosque e biblioteca
Nunca mais era uma vez

[Pré-Refrão]
Greve humana (ilimitada)
Na velha escola (já não se aprende nada)

[Refrão]
Mas só os que ainda crescem
Em massa desobedecem
Mas só quem está a crescer
Se insurge contra o poder

 

Ameaça da extinção
Congestão no espaço aéreo
Águas vão, não voltam não
Os mares viram cemitério

[Refrão]
Mas só os que ainda crescem
Em massa desobedecem
Mas só quem está a crescer
Se insurge contra o poder

[Ponte]
Para e pensa
Para e pensa
Para e pensa
Para e pensa

[Arnaldo Antunes]
Podres migrantes e párias
Multidões de exilados
Mil fronteiras mortuárias
P'ra afastar indesejados

[Refrão]
Mas só os que ainda crescem
Em massa desobedecem
Mas só quem está a crescer
Se insurge contra o poder

 

 

CLÃ - DÁ O QUE TEM

[Verso 1]
Beija o beijo
Peita o peito
Perna aperta
Braço abraça
A pele impele
O poro explora
Brecha abre
Coxa encaixa

Enrijece
Humedece
Enrijece
Humedece

[Verso 2]
Corpo a corpo (incorpora)
Pouco a pouco (se demora)
Fogo afaga (ar ofega)
Joga o jogo (pega esfrega)
Vê o que vem
Algo alguém
Sai de si
Fica aqui

 

Humedece
Enrijece
Humedece

[Pré-Refrão]
E dá o que tem
E dá o que tem
E dá o que tem
E dá o que tem

[Refrão]
P'ra mim
Só dá o que tem
Só dá o que tem
Só dá o que tem
P'ra mim
(Dá o que tem)
P'ra mim (dá o que tem)
(Dá o que tem)
Dá o que tem

[Verso 3]
Vem e vai
Entra e sai
Lábio lambe
Segue o sangue
Sua o sal
Arde o Sol
De tão doce
Quase dói

 

E dá o que tem
E dá o que tem
Dá-me o que tem
Dá-me o que tem

[Refrão]
Amor
Só dá o que tem
Só dá o que tem
Só dá o que tem
Amor
(Dá o que tem)
Amor (dá o que tem)
P'ra mim
(Dá o que tem)
Amor
(Dá o que tem)
Só dá o que tem

 
 

 

CLÃ - JOGOS FLORAIS

[Verso 1]
É um dom
Esquecer o chumbo das palavras
Quando alguém já as dourou
E é um dom
Travar o revirar dos olhos
Sempre que um verso é sobre amor

Oh, versejar o amor

[Pré-Refrão 1]
Se é ligeiro
Faz-se inteiro
Dum vazio
Que é loquaz
Mas, se é denso
Está propenso
A dar estofo às coisas vãs

[Refrão 1]
Quão rebuscado é o nosso amor?
Oh, tão sincero e impostor
Menos, mais - o que é o melhor?
Mil palavras por cada ação
P'ra o problema não ser de expressão

 

[Verso 2]

Prudência é um dom:
Ter favos de reserva prá caneta
Quando o mel se acabou
E é um dom
Descomplicar palavras-passe
Se a contrassenha for de amor

Sim, decifrar o amor

[Pré-Refrão 2]
Se o que penso
Está por extenso
Enobreço
As pulsões
Mas glossários
São grosseiros
Dão nudez aos corações

[Refrão 2]
Quão rebuscado é o nosso amor?
E eu pergunto
Menos ou mais, o que é o melhor?
De zero a dez, diz lá
Quão rebuscado é o nosso amor?
(Tão sincero e impostor)
Vem rabiscá-lo p'ra melhor

 

Tão curta ao pé dum poema
Tão curta ao pé dum poema de amor

[Outro]
Ah, de amor
Oh, o amor

 

 

CLÃ - TUDO NO AMOR

[Estrofe 1]
Tudo no amor faz do nada um tudo
O olhar mais agudo
Navego

Mas já que o amor é cego and love is a crazy game
Por amor ceguei-me
Cheguei-me

De bengala branca tateei no escuro
De bengala rosa
Por amor procuro

Uma flor secou e em botão renasce
Será que traz veneno
E a paixão desfaz-se

[Refrão]
Tudo no amor

Vive com o fantasma
Que viver em ti

Ele é cego e vê
E eu ceguei e vi

 

E é da sombra a luz

É da sombra o amor
E é do amor a luz

[Estrofe 2]
Se por paixão carrego o mundo todo às costas
Diz-me só se queres
Se gostas

Gostarás de ti ao gostares de mim?
O abrir e fechar de olhos
Traz outra cor aos olhos?

Bebemos então, tão e tudo a isso
Veneno e o seu contrário
Por amor remisso

[Refrão]
Tudo no amor

Vive com o fantasma
Que viver em ti

Ele é cego e vê
E eu ceguei e vi

 

É do amor a sombra

E é da sombra a luz

É da sombra o amor
E é do amor a luz

[Outro]
Tudo no amor
É luz

 

 

CLÃ - NA SOMBRA

[Estrofe 1]
Queima o meu corpo o Sol
Rasgando o meu caixão
Não doer é o que mais dói
A quem já não dá uso ao seu coração

[Refrão 1]
Voem as balas: são de prata
É viver morto que me mata
Na palidez onde moro
Basta uma estaca e eu já coro

[Estrofe 2]
Camuflado pelo escuro
Tento escutar o amor, a sua canção
Quero decifrar os sons
Mas só tem ritmo quem tem pulsação

[Refrão 2]
Voem as balas: são de prata
É viver morto que me mata
Voem as balas: arma em riste
Prova ao meu sangue que ele existe

 

Da palidez
Não sei fugir
Fere o meu peito
E eu vou sorrir

 

 

clã.jpg

22 de Maio, 2020

UNIÃO DAS TRIBOS - A GENTE NÃO SE ENCONTRA [com letra]

Aquilo que procuras

Aquilo de que és capaz

Nada do que entendas

Me faz ficar apraz

 

O homem que se perde

E fica para trás

Argumenta gritando

Mesmo assim não se satisfaz

 

A gente não se encontra

A gente não se faz

A gente é tonta

A gente não é capaz

 

Desvia a atenção

Queima um cigarro

É mera ilusão

Um tremendo descalabro

 

A gente não se encontra

A gente não se faz

A gente não é devota

A gente… não é capaz

 

 

uniaotribos.jpg

22 de Maio, 2020

LIGHT GUN FIRE x THE BLACK MAMBA - BEAUTIFUL LIE [com letra]

It feels like I should quit

Don’t think you’ll give a f*ck

You’ve fallen for somebody else

Well guess I’m out of luck

n’I can’t pretend to fit

b’tween the worse and the best of you

 

And oh no…

I’ve known it for some time

But time don’t help at all

‘cuz you’re just tryin’ to hide

Something I already saw

I made you full of shit

So I can’t begin to hate you but I do

 

Say you don’t need me and

Let my heart bleed through the knife

Just say goodbye

‘cuz you and I

It’s a beautiful lie

 

You took me by the pants

And layed me down in bed

No word about no boyfriend

Just kinky love instead

I can’t pretend to chill

I get high just the thought of you

 

But oh Lord…

I’ve known it for some time

But time don’t help at all

‘cuz you’re just tryin’ to hide

Something I already saw

I know you’re full of shit

And I can’t begin to hate you but I do

 

Say you don’t love me and

Leave my heart cold and alone

Just go home

‘cuz you and I

It’s a beautiful lie

 

 

lightgunfire.jpg

22 de Maio, 2020

CÍNTIA feat. LONDONE - SAVANA [com letra]

[First Verse: Cintia]

Pausa de Big Boss

No copo Hennessy

Mesmo que não digas

Sei que tens olhos pra mim

Olhadas de leve o teu Wi ta aqui

Não é que isso seja um problema pra mim

Nem estava a espera de te encontrar aqui

Mas sei que vais bazar comigo no fim

E eu toda louca com o meu beck na boca

E ela não se importa que eu lhe tire a roupa

 

Bem vinda a Savana Bem vinda ao meu quarto

Quero te ver nua então lanço logo o meu papo

Calma não acelera fecha-me um baseado

Minha voz mexe com ela então ta complicado

Ta na hora de fazer um porno pro diabo

Pra não ouvirem os teus gemidos meto a tocar o fado

Chapadas no teu rabo deixa o diabo encantado

Ainda te engravido da maneira que te parto

 

[Hook] x 2

Ela fica perdida na Savana

Savana 2x

Ela já não quer ir embora

Embora 2x

 

[Verse 2: Londone]

A meio da noite me perguntas

a tua ideia Qual é?

É o teu corpo a tua vibe és tu

e o teu axé (é)

em tudo ponho fé (é)

tem samba no pé (é)

Abusada já suada

vem da terra do pelé

tou na minha tu na tua

hoje  ninguém se queixa

curta o burna boy 

mandei lhe minha location

Debaixo dos lençóis

Bué moves em slow motion

Ouvir a chuva a cair com vibes de frank Ocean

Ela dá tudo então injusto eu dar um terço

Dobrada na minha cama

vê-la dobrada sobre um berco

Body ta em chamas já sei onde

Eu me aqueco

Corpo cheio da curvas

Nessa miúda não adormeco

Ela tem música no corpo

E essa e minha vida

Meu quarto é a tua meta

hoje sais partida

Bula na tua boca ficas louca sem saida

podemos dizer adeus mas não será uma despedida

 

[Hook] x 2

Ela fica perdida na Savana

Savana 2x

Ela já não quer ir embora

Embora 2x

 

[Outro]

Gucci prada  Fenty

Espero que não te ofendas tira a T-shirt da Givenchy

moet sushi Henny

Só pra ver Victor Panties

Sweet tipo candy

 

 

CINTIA_SAVANA.jpg

22 de Maio, 2020

TRISTA - NEBLINA [com letra]

[Refrão]
Tu deixa essa rotina
'Tás num canto, 'tás sozinha
Então tu sai dessa neblina
Vem sem pressa, aproxima
'Tás na minha, 'tás tranquila
Fica perto, já convinha
Deixa essa rotina

'Tás num canto, 'tás sozinha
Então tu sai dessa neblina
Vem sem pressa, aproxima
'Tás na minha, 'tás tranquila
Fica perto, já convinha

[Verso 1]
Hoje eu tou contigo, já falei
Lembras o passado?
Tu erraste e eu errei
Tu sabes o motivo, foi por isso que eu bazei
As tuas atitudes tantas vezes eu ignorei
Não tou farto
Apenas precisei de espaço
E fui-me focar nos meus passos
Mas custou perder esse laço
Mas não minto, se voltares aqui
Chama como a nossa juro eu nunca vi
Quero essa vibe como eu conheci
Volta aos velhos tempos
Lembras?
Eu escolhi-te a ti
Tempo é escasso, eu sei
Vamos só tentar, quando passas dou replay
Eu por vezes penso no momento só contigo

 

Tu deixa essa rotina
'Tás num canto, 'tás sozinha
Então tu sai dessa neblina
Vem sem pressa, aproxima
'Tás na minha, 'tás tranquila
Fica perto, já convinha
Deixa essa rotina

'Tás num canto, 'tás sozinha
Então tu sai dessa neblina
Vem sem pressa, aproxima
'Tás na minha, 'tás tranquila
Fica perto, já convinha

[Verso 2]
E se a vibe é good
Podes vir de tracksuit
Só não muda o mood
Podes surgir no meu mundo
Tenta ficar perto, fazes parte do consumo
Oh shit, no lume
Contudo, abuso
Falar sobre nós é confuso, tão rude
Caga nesse mundo
Éno rules, sem rules
Não deixa de sentir o groove
Teu groove
Não vais perder o teu tempo
Na fogueira põe mais lenha
Só empenha
Tua presença não é estranha
Não precisas tirar senha
A nossa vibração vai colidir
Segredo no presente é persistir
Não tou farto
Apenas precisei de espaço
E fui-me focar nos meus passos
Mas custou perder esse laço

 

[Refrão]

Tu deixa essa rotina
'Tás num canto, 'tás sozinha
Então tu sai dessa neblina
Vem sem pressa, aproxima
'Tás na minha, 'tás tranquila
Fica perto, já convinha
Deixa essa rotina

'Tás num canto, 'tás sozinha
Então tu sai dessa neblina
Vem sem pressa, aproxima
'Tás na minha, 'tás tranquila
Fica perto, já convinha

 

 

TRISTANEBLINA.jpg

22 de Maio, 2020

BLAYA - +MAIS [com letra]

Ouvi o toque
Whatsapp 'tá forte
Às 2 da manhã digo-te quero mais
No silêncio da noite somos os tais
Tensão já sobe
Imagina-me só de robe
Sei que as nossas cabeças ya são iguais
Se eu pedir pra tirar será que tiras mais?

Puxa por mim que eu me vou
Puxo por ti e tu vens só
Eu 'tou me sentir com calor
E 'tou te a sentir mais solto

Puxa por mim que eu me vou
Puxo por ti e tu vens só
Eu 'tou me sentir com calor
E 'tou te a sentir

A minha mão enquanto desce, meu corpo treme
Preciso de mais mais
Preciso de mais mais
Preciso de mais mais
A tua foto sabe-me a pouco
Quero que metas tua boca em mim mais mais
Tua boca em mim, mais mais
Tua boca em mim, mais mais

O meu telemóvel no sítio certo
Vídeos e fotos é bom de perto
Eu vou tocar onde tu não podes
Imaginação vai ser o teu forte
O meu sofá faz-me todo o sentido
Fico de costas de quatro contigo
Vídeo chamada eu sei é perigo
Mas vou arriscar e deixar-te em castigo

Puxa por mim que eu me vou
Puxo por ti e tu vens só
Eu 'tou me sentir com calor
E 'tou te a sentir mais solto

Puxa por mim que eu me vou
Puxo por ti e tu vens só
Eu 'tou me sentir com calor
E 'tou te a sentir

A minha mão enquanto desce, meu corpo treme
Preciso de mais mais
Preciso de mais mais
Preciso de mais mais
A tua foto sabe-me a pouco
Quero que metas tua boca em mim mais mais
Tua boca em mim, mais mais
Tua boca em mim, mais mais

São 6 da manhã, yaaa
Já nos deixamos ir, sim
Prazer prendeu-me a ti
Mesmo tu não estando aqui, ham
Caixa de mensagens 'tá muito cheia
Teu corpo na minha cabeça vagueia
Sem roupa na cama deixo-me dormir
Prometo que um dia tu vais poder vir

Puxa por mim que eu me vou
Puxo por ti e tu vens só
Eu 'tou me sentir com calor
E 'tou te a sentir

A minha mão enquanto desce, meu corpo treme
Preciso de mais mais
Preciso de mais mais
Preciso de mais mais
A tua foto sabe-me a pouco
Quero que metas tua boca em mim mais mais
Tua boca em mim, mais mais
Tua boca em mim, mais mais

 

 

BLAYA+MAIS.jpg

22 de Maio, 2020

JIMMY P - BLACK JESUS [com letra]

[Intro: Reggie Miller]
[...] and as he's walking off he's like: 'Be sure, and be careful, you never talk to Black Jesus like that'

[Verso 1]
No meu cantinho
Ouvi ladrar essa gente
Deixa-me abrir caminho
Só para viver tirar algumas coisas da frente
Querem fazer assunto onde não há
É fácil ser o melhor a falar dos outros
Sentadinho no sofá
Sempre assumi o que disse
Na frente de quem devia
Querem vir matar o game com falta de pontaria
Mic checka
Já que eu 'tou no topo da pirâmide
Vou fazer rolar cabeças como se fosse um azteca
Mas fica calmo por enquanto
Não é preciso tanto
Porque aqui ninguém é parvo nem é santo
Qual é o espanto nada é impossível aqui
Mas é tudo tão mais fácil quando és branco
Música negra deu-vos voz
Eles falam como nós, os pretos
Mas não querem ser como nós
Dançam como nós até se expressam como nós
Mas não querem suportar essas dores como nós
A discussão deu lugar à frustração
Primeiro a levar rap ao Festival da Canção, ok
A correção
Eu fui o primeiro rapper a levar o rap ao Festival da Canção checka omnipresente tenho ouvintes em todo lado
Ou melhor omnipresente tenho ouvidos em todo o lado
E ninguém, ninguém me arruma que eu já fiz espaço
Querem ser da minha turma mas não têm a nossa classe
Nah fica à vontade se eu te disse boy
Mas tu nunca mais confundas a bondade com a burrice
Nah nah
Eu nem vos curto e nem preciso de dizer quem
Preto com orgulho eu não sou escravo de ninguém
Podia ser o maior mas não me deixam
Nigga eu sou indie fuck o buzz duma major
Anyway vim para coletar isso é payday
Intemporal como Chicago Bulls em 96'
Chegou-me ter um álbum com a Sony
Agora 808 e a cultura é massónica
Pai desses putos tipo eu sou o Joseph [?]
E tu nem carreira fazias se o teu pai fosse o Tony
Dou com doenças no vosso obituário
Só querem ser tendências
Eu vim para ser lendário
E temem-me como se eu fosse o Candy Men
Tou a gravar tenho-os todo na mão, Handycam

 

[Refrão]

Fuck pertencer à vossa seita
Quando querem beef
Eu trago ceita
Eu nunca vivi para que me aceitem
Se não admitem eu só quero é que respeitem
Seja como for eu fico bem
Tenho idade e a guita para não ter beef com ninguém
Seja como for eu fico bem
Tenho idade e a guita para não ter beef com ninguém

[Bridge]
E tu ainda queres ser um farizeu ou não?
10 anos de carreira, enchi um Coliseu ou não?
10 anos a cuspir barras e refrões sou eu ou não?
E os hits para as queridas sou eu ou não?

Meu puto Reis no beat
Family first 808 we got this
A gente fala daqui a 10 anos
See ya

[Outro]
I'm so sorry Black Jesus
I'm so sorry

 

 

jimmypblackjesus.jpg