Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MUSICPORTUGAL

Aqui, APOIAMOS O TALENTO NACIONAL!

MUSICPORTUGAL

19 de Junho, 2020

"ROUGH AND ROWDY WAYS" É O NOVO ÁLBUM DO PRÉMIO NÓBEL DA LITERATURA, BOB DYLAN

É um álbum recheado de viagens líricas...

Saiu nesta sexta feira, 19 de junho, "Rough And Rowdy Ways", o 39.º álbum de estúdio de Bob Dylan que é editado 8 anos depois sem lançar músicas novas. Só para te recordares, o último álbum de Bob Dylan foi "Tempest", lançado em 2012.

 

O primeiro single deste novo trabalho, "Murder Most Foul", foi lançado de surpresa no final de março deste ano. Algumas semanas depois saiu "I Contain Multitudes" e mais tarde "False Prophet", três singles que nos deixaram muito a desejar por ouvir finalmente o grande regresso de Bob Dylan.

 

"Murder Most Foul" além de ter sido o single de estreia deste novo álbum é também o tema mais longo de "Rough And Rowdy Ways"... só por curiosidade, a versão física deste álbum conta com 2 CD's... o segundo CD só traz consigo "Murder Most Foul". É uma música tão especial que merece só um disco para si. Alguns críticos viram o lançamento deste single e o conteúdo da música diretamente relacionados à pandemia do COVID-19... será?

 

 

Este novo álbum pode-se já dizer que é um enorme sucesso! Para a revista Rolling Stone, "Rough And Rowdy Ways", entra diretamente para o 7.º lugar do "Rolling Stone's 50 Best Albums of 2020". No Metacritc recebeu uma classificação de 95/100 até à data da publicação deste artigo. 

 

Mas afinal, do que se fala em "Rough And Rowdy Ways"? Primeiro, é um álbum um pouco mais literário, que poderá ser motivado pelo prémio Nóbel da Literatura, as canções são longas, existem dezenas de referências a figuras históricas e da cultura como Anne Frank, Rolling Stones, Indiana Jones, Scorsese, Shakespeare, fala sobre morte e sobre a humanidade, recorre a situações religiosas, homenageia o cantor e guitarrista Jimmy Reed, recorre à história para falar sobre a Segunda Guerra Mundial, ... é um álbum recheado de viagens líricas.

 

Na opinião de um português, que é um enorme fã de Bob Dylan, Miguel Ângelo, vocalista dos Delfins, em declarações à Renascença, diz que "É, se calhar, um disco mais longo, com canções de 14 ou 16 minutos, por vezes. É um disco para ouvir e ler".

 

Estávamos a precisar de ouvir a voz de Bob Dylan. Tira 70:33 minutos do teu tempo para ouvires esta bela obra de arte. Disponível nas habituais plataformas digitais e para compra em formato físico, na FNAC Portugal, por exemplo.

 

 

bobdylan.png

19 de Junho, 2020

SAIU O ÁLBUM CERTO PARA OUVIRES ESTE VERÃO! "TRANSLATION" É O NOVO ÁLBUM DE ESTÚDIO DOS BLACK EYED PEAS

Inclui os grandes sucessos RITMO (Bad Boys For Life) com J Balvin e MAMACITA com Ozuna

Black Eyed Peas lançaram hoje, 19 de Junho, o oitavo álbum de estúdio ‘TRANSLATION’. É o álbum certo para ouvires este verão!

 

Integrando géneros como hip-hop, pop, dance, reggaeton e trap, o álbum junta os Black Eyed Peas a algumas das vozes mais quentes a nível internacional: com Shakira, no sexy e sedutor “GIRL LIKE ME”, com Tyga Nicky Jam em “VIDA LOCA”Becky G em “DURO HARD”, e French Montana em “MABUTI”. Também El Alfa e Piso 21, fazem parte da lista de colaborações de ‘TRANSLATION’. E no alinhamento tudo culmina com “NEWS TODAY”, que tece observações sobre 2020.

 

O single de apresentação do novo ‘TRANSLATION’ dos Black Eyed Peas, foi “RITMO (Bad Boys For Life)” com J Balvin, lançado em 2019. Em apenas oito meses, o single foi certificado várias vezes PLATINA em todo o mundo, alcançando números extraordinários. Com mais de 1.5 mil milhões de streams e visualizações combinados, fez história como a canção e video do grupo com mais streams de sempre. Sem mencionar que também foi o tema principal da banda-sonora do blockbuster ‘Bad Boys For Life’.

 

De seguida, o coletivo lançou “MAMACITA” com Ozuna J Rey Soul, já em 2020. Recentemente, o tema alcançõu 200 milhões de streams e visualizações combinados, alcançando o #3 da tabela ‘Hot Latin Songs’ da Billboard e o #1 na Tabela Latina de airplay da mesma entidade.

 

Até à data, os Black Eyed Peas venderam mais de 50 milhões de álbuns em todo o mundo, tendo conquistado vários #1. ‘TRANSLATION’ despoleta assim um novo capítulo deste legado.

 

 

Link digital: https://BlackEyedPeasTranslation.lnk.to/jXqL4Mx2PR

 

Versão física disponível na FNAC Portugal: https://www.fnac.pt/Black-Eyed-Peas-Translation-All-Accounts-Version-CD-CD-Album/a7851059#st=black+eyed+peas+tra&ct=Todos+os+produtos&t=p

 

translation_blackeyedpeas.png

19 de Junho, 2020

ZANA LUZ - O FADO É [com letra]

O fado é sina

O fado é rima

Da nossa vida

Por vezes mágoa

Que de tão triste

Vira cantiga.

E do seu jeito

Dentro do peito

O fado abriga

Uma guitarra

Que nos amarra

Na despedida.

Disseste adeus

E os olhos meus

Também partiram

Bem mais ateus

Longe dos teus

Porque não viram,..

Que o fado existe

Por vezes triste

Dentro da gente

Tal qual a lua

Tão cheia e nua

Que às vezes mente...

Por isso o fado

Tem outro lado

Que nos acalma

Feito reverso

Revira o verso

Da nossa alma...

E uma saudade

Tão de verdade

Que até me diz

Que o fado triste

Em mim existe

P´ra ser feliz...O fado é...

 

 

ZANA LUZ - O FADO É.jpg

19 de Junho, 2020

OHPI - OVELHA NEGRA [com letra]

Telefonemas para casa

Quando rasguei a carta

A mãe não tinha

Ou então não dava

O pai só de nome

Mas este não estava

E merda fazia

Ninguém apanhava

 

Não queria atenção

Só uns ténis de marca

Comer na cantina

E uma parka...

Primeiro desvio

Foi uma fezada

Vendi o que tinha

Comprei uma placa

 

Mudanças atrás de mudanças

Ou casas de acolhimento...

Distância matou a infancia

E foi tudo tão de repente

 

Ovelha Negra, ay ay

Se ficar o bicho corre

Se correr o bicho pega

Ovelha Negra, ay ay

Se ficar o bicho corre

Se correr o bicho pega

 

Sem papas na lingua

E adolescente...

Já nada me ensinas

E eu faço frente

Ao peso da renda

Encher a dispensa

Com 16 já pensava

E aos 17 tá na mesa

 

Tou fora de casa

Aprender depressa

O dia na caça

E à noite uma reza

Consciência tranquila

Para ver se compensa

Em casa não havia

E eu sentia tristeza

 

Mudanças atrás de mudanças

Ou casas de acolhimento...

Distância matou a infância

E foi tudo tão de repente

 

Ovelha Negra, ay ay

Se ficar o bicho corre

Se correr o bicho pega

Ovelha Negra, ay ay

Se ficar o bicho corre

Se correr o bicho pega

 

Mudanças atrás de mudanças

Ou casas de acolhimento...

Distância matou a infância

E foi tudo tão de repente

 

Ovelha Negra, ay ay

Se ficar o bicho corre

Se correr o bicho pega

Ovelha Negra, ay ay

Se ficar o bicho corre

 

 

OHPI - OVELHA NEGRA.jpg

19 de Junho, 2020

MEMA. - OUTRO LADO [com letra]

Eu vi-te naquela cave
A oscilar naquela cave
Olhos fixados no outro lado da sala
Arriscando tudo, mesmo
Aquilo de que não se fala

Eu vi-te naquela cave
A oscilar naquela cave
Olhos fixados no outro lado da sala
Arriscando tudo, mesmo
Aquilo de que não se fala

Mas o corpo começa a falar
O rosto começa a falar
Olhos fixados no outro lado da sala
A boca, a pele a suavizar
A boca, a língua a salivar
Olhos fixados no outro lado da sala

Eu vi-te naquela casa
Cor de mel e negro pintada
Eu vi-te naquela casa
Como reflexo e cheia de nada
Como se hoje fosse a última vez
Como se hoje fosse a tua primeira vez

Mas o corpo começa a falar
O rosto começa a falar
Olhos fixados no outro lado da sala
A boca, a pele a suavizar
A boca, a língua a salivar
Olhos fixados no outro lado da sala

Mas o corpo começa a falar
O rosto começa a falar
Olhos só... Só em ti

 

 

MEMA. - OUTRO LADO.jpg

19 de Junho, 2020

PEDRO GONÇALVES c/ MÉLANIE VICENTE - SEM TI [com letra]

E eu dei por a mim a olhar p’ra ti

Encontrei fotos que nunca vi

Acho que agora percebo

O que tu sempre disseste

 

“Vais dar valor quando eu partir”

E eu não te ouvi, deixei-te ir

É sempre o mesmo erro

Porque é que eu nunca percebo?

 

Acordo e durmo com o teu fantasma

Eu guardo tudo o que sobrou de ti

Eu olho à volta e já não vejo nada

Não há nada

 

Eu só penso em maneiras de te encontrar

Se me vires vais sorrir ou nem vais parar?

E toda a gente diz para não tentar

Que há tanta gente que quer o teu lugar

 

Tu pensas em maneiras de nem me ver

Não és assim mas sei que te fiz sofrer

E toda a gente diz para me esqueceres

Que há tanta gente que quer e vai fazer

O que eu nunca fiz por ti

 

Não há quem não queira saber

Eu não sei o mais o que dizer

Acho que não aguento

Sem ti não aguento

 

 

PEDRO GONÇALVES - SEM TI.jpg

19 de Junho, 2020

MÚSICA NOVA DO DIA I JOÃO SÓ com TIAGO NOGUEIRA - MALDITA A HORA

João Só prepara-se para editar um disco com um conceito muito próprio e original...

João Só prepara novos voos e apresenta um novo single “Maldita a Hora” em colaboração com Tiago Nogueira d’Os Quatro e Meia.

 

De um desafio descomprometido nasceu esta canção, um cruzamento perfeito entre o tradicional e a modernidade, ou seja, uma música intemporal. Não se esperaria outra coisa nascida da cumplicidade entre estes dois amigos talentosos que possuem a facilidade de cantar e compor o que quer que seja. Aliás, presume-se que esta colaboração não fique por aqui.

 

João Só prepara-se para editar um disco com um conceito muito próprio e original: uma colecção de mini-discos dentro de um só disco. Esperem grandes surpresas em breve.

 

Até lá, abram a porta da gaiola e deixem-se voar, em segurança, com o novo single.

 

O vídeo conta com ilustrações de Nuno Markl e animação de Frederico BC.

 

 

JOÃO SÓ com TIAGO NOGUEIRA - MALDITA A HORA.jpg

 

19 de Junho, 2020

MÚSICA NOVA DO DIA I INÊS HERÉDIA feat. MACONDO - DIVINA PROIBIÇÃO

Proibição. Ordenar que não se faça; prescrever a abstenção de; obstar, impedir, opor-se a.

Inês Herédia lança hoje, 19 de Junho, o seu novo single: “Divina Proibição”. O tema conta com a participação de Macondo, também ele responsável pela produção do tema, a letra e música são da autoria de Luis Sanches.

 

Para Inês Herédia: “Proibição. Ordenar que não se faça; prescrever a abstenção de; obstar, impedir, opor-se a. Um exercício sobre a dissincronia entre tempo/capacidade de discernimento, tensão/libertação, mágoa/raiva. A dissincronia de emoções que nascem e morrem ao mesmo tempo. A divina proibição é sempre dissincrone, se o divino proíbe, do divino liberta”

 

Inês Herédia é atriz e cantora. O seu percurso começou pelo estudo de Teatro. Aos 20 anos, decide ir estudar para Londres. É na capital britânica que compra a sua primeira guitarra e que a música começa a fazer parte de si, editando o seu primeiro single “Voltei a Respirar” em 2018.

 

 

INÊS HERÉDIA feat. MACONDO - DIVINA PROIBIÇÃO.