Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MUSICPORTUGAL

Aqui, APOIAMOS O TALENTO NACIONAL!

MUSICPORTUGAL

24 de Junho, 2020

MÚSICA NOVA DO DIA I FILIPA VIEIRA - PASSO APRESSADO

Este é o primeiro avanço para o projecto MESA DE FREIRAS, que será editado brevemente.

Filipa Vieira nasceu em Lisboa e o Fado esteve sempre presente na sua vida.

Desde pequena que o pai lhe cantava fados ao deitar, e aos 11 anos de idade estreou-se em público. “Tudo isto é Fado” e “Lenda Fonte” foram os primeiros fados que cantou. Recorda-se de que se esqueceu da letra, mas o episódio apenas lhe deu mais determinação e coragem para defender a sua vocação no palco. Considera Amália Rodrigues o astro maior do fado, e é em Beatriz da Conceição que encontra uma referência pessoal.
 
Desde então, Filipa Vieira frequenta o circuito das típicas casas de fado, associações e colectividades alfacinhas, equilibrando a vida artística com o percurso académico e profissional na área do Marketing.
 
Aos 18 anos, fez parte do elenco do espectáculo musical do clássico do cinema português “A Canção de Lisboa”, de Filipe La Féria, levado a cena no Teatro Politeama. Foi a sua primeira experiência, muito marcante por ter trabalhado com importantes figuras da cultura nacional, tais como a fadista Fernanda Baptista, Manuela Maria, Anabela e, claro está, Filipe La Féria.
 
O espírito inventivo, curioso e arrojado de Filipa Vieira levou-a em 2013 a integrar o elenco do espectáculo “Tablão de Fado”, uma mescla de dança contemporânea, flamenco e fado, com direcção de Alexandra Batáglia no Teatro Ibérico, em Lisboa.
 
A exploração sem preconceitos sempre fez parte da construção da sua identidade artística, e foi na sua adolescência que se seduziu por sonoridades mais electrónicas e experimentais.
 
Filipa Vieira materializa agora o seu imaginário e percurso artístico numa visão única sobre o mundo e a figura feminina.

 

Sobre o single de estreia, Filipa Vieira diz que «"Passo Apressado" é resultado de uma reflexão sobre a correria dos tempos modernos, sobre o pouco tempo dedicado ao que realmente é importante. Musicalmente, este fado é materializado apenas com o acompanhamento de uma guitarra eléctrica, para que esse ambiente íntimo e reflexivo tenha mais expressão e força. Este foi o caminho para o que se veio a tornar o “Passo Apressado"».


"Passo Apressado" é o primeiro avanço para o projecto “Mesa de Freiras”, que será editado brevemente. Filipa leva o seu Fado numa incursão experimental, um caminho que faz acompanhada pelo produtor Tiago Pais Dias.

 

 

filipa vieira.jpg

 

24 de Junho, 2020

MÚSICA NOVA DO DIA I DAGUIDA - QUERO TACHO

É o primeiro tema-fármaco deste PROJECTO PARALELO.

Os daguida​, numa reação à situação pandémica vigente, inauguram uma nova unidade de produção, o PROJECTO PARALELO. Um laboratório onde os princípios activos do confinamento distópico são sintetizados em novas soluções sonoras para um futuro pós-viral. 

 

Quero Tacho”, surge assim como o primeiro tema-fármaco deste PROJECTO PARALELO e que resulta das análises realizadas aos apoios concedidos ao tecido artístico português perante a  situação de emergência social que atinge os trabalhadores do sector cultural, entre outros. 

 

Sedentos de tacho, os daguida testam assim novos compromissos estéticos, onde os beats de cadência acelerada e cintilante, encontram as vozes alucinadas pela fome, numa viagem a um futuro em vias de extinção.

 

Devidamente homologado, “Quero Tacho” não carece de receita médica mas estudos recentes garantem que a sua eficácia é total, quando acompanhado pelo dever de distanciamento social e do cumprimento da etiqueta respiratória em vigor.

 

Quero Tacho” foi produzido, gravado e misturado a partir de casa e os daguida dão garantias da sua eficácia, desde que acompanhado do confinamento devido e do cumprimento da etiqueta respiratória em vigor.

 

 

daguida_querotacho.jpg

 

24 de Junho, 2020

MÚSICA NOVA DO DIA I KHIARO - AQUELAS MADRUGADAS

São aquelas madrugadas que nos ficam na memória.

Dia 12 de junho, véspera de Santo António foi o dia escolhido, pelo músico KHIARO para lançar o seu novo single "Aquelas Madrugadas".

Esta canção foi finalizada enquanto o pais estava em suspenso, onde a sociedade portuguesa unida como nunca, lutava contra o inimigo invisível da pandemia.

A capa do singre remete-nos para uma das ruas mais movimentadas da noite lisboeta, aqui deserta numa analogia poética, e o desejo comum a todos de a voltarmos a encher de pessoas, musica, convívio e alegria.

São aquelas madrugadas que nos ficam na memória.

 

 

khiaro_aquelasmadrugadas.jpg

 

24 de Junho, 2020

MÚSICA NOVA DO DIA I REI MARTE - SOL

É um tema assumidamente romântico que fala sobre a claridade que alguém pode trazer às nossas vidas

Rei Marte é indie rock português no seu estado mais puro. Crescendo do projeto a solo de Simão Reis como Rei Marte e incorporando Diogo Faísca (Nick Of Time) no baixo e António Nunes da Silva (Huggs, Hause Plants) na bateria, tudo continua a vir do interior, da enorme alma poética de Simão Reis, e das músicas que escreveu no seu Reino Maravilhoso, a sua ex-cidade de acolhimento - Bragança.

 

Agora sediado em Lisboa, este rei conta com um renovado espaço no seu enorme coração para fazer crescer o poeta desgarrado, as melodiosas e contemporâneas guitarras e uma eminente bateria.


Rei Marte intercala a lírica romântica com a contemplação instrumental própria dos anos 90 do indie rock português. E soa sempre viajante, ao ponto de deixar o ouvinte perder-se inesperadamente até se voltar a sentir na sua casa sentimental.

 

Com uma melodia absolutamente contagiante onde ecoam melódicas guitarras e uma cativante e compassada bateria, "Sol" mistura o indie rock com intrínsecas propriedades tão próprias da música portuguesa e uma evidente lírica de fácil cantar. A voz de Simão Reis soa honesta e solarenga sempre enquadrada no imediato romantismo dos instrumentais.


"Sol" é uma canção assumidamente romântica que fala sobre a claridade que alguém pode trazer às nossas vidas, e sobre a forma como por vezes cantar isso em voz alta não é mais que um bonito reconhecimento e uma manifestação de felicidade. E é essa felicidade que é tão evidente nos 3 minutos de música.

 

A música tem letra por Simão Reis, composição pelos três elementos da banda, mixagem e masterização por André Isidro (Ditch Days, Hause Plants, Grand Sun, RLGNS). Este é o primeiro single lançado por Rei Marte e marca a estreia do trio no panorama do indie rock português.


O videoclipe de sol foi inteiramente gravado pelas ruas de Aveiro durante o período de quarentena e durante o mês de abril deste ano de 2020. Acompanhado de breves ilustrações que hiperbolizam de forma tão bonita o efeito do sol no nosso dia-a-dia, este é um vídeo emocionante e que nos deixa com uma bonita capacidade de ver um lado esperançoso nesta nova realidade.

 

 

reimarte_sol.jpg

 

24 de Junho, 2020

CONJUNTO CUCA MONGA feat. BISPO, CAPITÃO FAUSTO, EL SALVADOR, GANSO, MODERNOS, RAPAZ EGO, REIS DA REPÚBLICA & ZARCO - TOU NA MODA [com letra]

[Verso 1 - João Sala | Madalena Tamen]
Adoro Arte
E um bom churrasco na piscina
Fui a festas no Op Art
Mas também oiço Elis Regina
Tenho um engate
É uma francesa libertina ([?Françes])
O pai dela tem um iate
E uma tremenda narina
Ainda assim levei ao MAAT
Outra menina
Adoro aquele sotaque
De abacate e ketamina ([?Françes])
O pólen já não bate
A erva é medicina
Eu quero um tiki taka
Com a serotonina

[Refrão - Todos | Gastão Reis | Diogo Rodrigues]
INFLUÊNCIA (Swipe Left)
EXCELÊNCIA (Swipe Right)
Se eu quiser saber mais sobre ti
Posso visitar o teu perfil
AUDIÊNCIA (Swipe Left)
CONCORRÊNCIA (Swipe Right)
Com licença, o que fazes aqui?
Vê-se que bem que sabes estar
(Vê-se que bem que sabes estar)

 

Tás tão na moda...
Tás tão na moda...
Tavas tão morna...
Tás tão na moda...

[Verso 2 - Tomás Wallenstein | Gonçalo Perestrelo]
(Estou na moda...)
Depois de vir do MAAT passo em casa
Que a verdade é que para estar OK não basta pentear-me
(Estou na moda...)
Um banho de água fria, ai que boa companhia
Na medida em que trabalho no meu charme
(Estou na moda...)
Abraço tanta gente já nem sei às quantas ando
Esqueço permanentemente os nomes todos
(Estou na moda...)
Não venhas com conversas complicadas, controversas
Que esta hora é para a malta andar à toa

[Verso 3 - Rapaz Ego]
Sinto-me um pão...
Mas tirem-me da frente esse eco-freak
Energias ascendentes e cristais no Twitch
Eu vou galar a dama virtual
Sou leão ascendente em Santo Graal

 


[Refrão - Todos | Gastão Reis | Diogo Rodrigues]
(Swipe Left) INFLUÊNCIA
EXCELÊNCIA (Swipe Right)
Se eu quiser saber mais sobre ti
Posso visitar o teu perfil
AUDIÊNCIA (Swipe Left)
CONCORRÊNCIA (Swipe Right)
Com licença, o que fazes aqui?
Vê-se que bem que sabes estar
(Vê-se que bem que sabes estar)

INFLUÊNCIA (Swipe Left)
EXCELÊNCIA (Swipe Right)
Não queres sair? Posso bem passar aí
Meramente manda a morada e o andar
AUDIÊNCIA (Swipe Left)
CONCORRÊNCIA (Swipe Right, Swipe left)
(Swipe right)
(Swipe left, Swipe right)
(Swipe left, Swipe right)
(Swipe left)

[Verso 4 - Joe Sweats]
Tou na moda
Da beijoca ao passou-bem
Do abraço ao tá-se bem
Tendo em conta quem vem (Swipe right)
Faço o frete de ir à exposição
Mando um WhatsApp ao mano da medicação
(Andas por aí ya?)
Astrologia é um bom tema de conversa
(Diz-me o teu signo e ascendente)
No after ou no brunch toda a gente se interessa

 

 

 

tounamoda.jpg