Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MUSICPORTUGAL

Aqui, APOIAMOS O TALENTO NACIONAL!

MUSICPORTUGAL

28 de Fevereiro, 2022

PHOENIX RDC - ÁREA AZUL (com letra)

(Verso 1)

Eu vim da cidade onde o sonho 'tá longe da realidade

Aqui ninguém semeia vento, mas todos colhem tempestade, e

Foi nessa cidade onde eu vi que não existe igualdade

Uma coisa é expectativa, outra coisa é realidade

Eles querem que eu seja o podre da sociedade

Mas a miséria motiva-me p'ra que eu lute p'rá igualdade

Bairros sociais são a lixeira num modo camuflado

Por isso é que 90 % da comunidade 'tá atrás das grades

Eu não queria 'tar no crime, eu queria 'tar no ringue

Toda a criança sonha e eu sonhei ser Ronaldinho

Minha mãe lavava pias, dizia: "Filho, a vida é assim"

Já 'tava conformada, sentia-se rica no vazio

Eu sei que depende da perspetiva, não

Que eu não seja humilde, eu 'tive falta de cartão de cidadão

Não foi de skill

E vi muitos que nem no meu nível 'tão a conquistar aquilo

Que eu chamava de sonho d'obriga, eu fui vender uns kilos

Fui clickar gatilhos que p'a dar papa aos filhos

Miseráveis, orfãos como eu, e uns a bófia deu tiro no pai

Trauma é subsídio, suicídio sai

E o tio Elídio, só optou por ser bandido porque o sistema trai

 

Vi muita mãe a dar a frente frequentemente por mantimento

Não por sentimento, boy, isto dói

Sacrificaram o corpo por um futuro diferente

P'ro filho ser gente, deram no gerente e na Playboy

 

[Verso 2]

E o meu tropa foi preso por 'tar no bar sem ticket

É só p'ra verem o despreso e como o sistema irrita-me

Eles pisam o people do ghetto, fazem do preto, chiclete

E isso tudo porque no parlamento quem 'tá na frente é Hitler

(Jesus) A minha raça não é do privilégio

Única esperança é ser o próximo Eusébio

Qual é que é a diferença do meu bairro e um cemitério?

A diferença é que somos zombies e os mortos já descansam deste inferno

(Cala-te)

Se te incomoda por eu bater na me'ma tecla

Tira a tecla, ou então vais-me ver bater na tecla até morrer

(Cala-te)

Vocês só falam o que não sabem que a gente enfrenta

Lamento ya, vou continuar na reta que ainda tenho fé

(Cala-te) Eu estou no caos e já avanço p'á quinta década

Se vi paz, foi uma beca, bruh

Mas tinha que 'tar a correr (Cala-te)

Aos sete conheci a dieta, e hoje dispenso essa treta

Deviam dar nome de "ofença" a refeições gourmet

 

[Refrão]

Quem patrulha a área é a Judiciária

A paz no bairro agora é coisa rara

Uma falha e vais lá parar onde a minha gente para

Quem patrulha a área é a Judiciária

A paz no bairro agora é coisa rara

Uma falha e vais lá parar onde a minha gente para

A gente agora só acredita em Deus quando convém

E a igreja hoje é p'a pedir perdão porque magoei alguém

Caguei p'o "amém", meu ferro é mais sagrado que Jesuralém

E quando eu 'tou pragado, BAGO até um surdo escuta bem

Os bófias acham que todo o rasta [hustler?]

Na esquadra é praxe, parece que é a caça da classe baixa

Por isso é que quando a gente vence, se acha

Mamona trás a taça que eu quero ver os Venturas a darem graxa

Já não há vergonha, eles chacham em pública praça

Deram uma brecha, hoje o Chega na rua marcha

Querem apagar o Éder que fodeu a França

Encher a pança, não deram mérito, só distância

Eles vão dizer que é só mania da perseguição

Cansei de viver na rabia, não é so imaginação

Hoje a minha rebeldia é voz, minha munição

Porque as mentes vazias propagam sem noção

 

[Refrão]

Quem patrulha a área é a Judiciária

A paz no bairro agora é coisa rara

Uma falha e vais lá parar onde a minha gente para

Quem patrulha a área é a Judiciária

A paz no bairro agora é coisa rara

Uma falha e vais lá parar onde a minha gente para

 

Querem guerra? Se não querem, get out

Deixem o preto violento

Querem guerra? Se não querem, get out

Nao so´um preto violento

Querem guerra? Se não querem, get out

Não sou um preto violento

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

phoenix rdc.jpg

28 de Fevereiro, 2022

FNAC PORTUGAL CELEBRA 24 ANOS COM UMA PLAYLIST QUE REPRESENTA O SEU ADN: MULTICULTURAL E SEM FRONTEIRAS DE ESTILO / GÉNERO.

A celebrar 24 de anos de existência em Portugal, a FNAC lança hoje uma playlist no Spotify com os melhores êxitos dos últimos vinte e quatro anos.

 

"24 anos depois, uma das situações que tem sido constante nas nossas lojas é a pergunta "como se chama esta música que está neste momento a passar?" Em jeito de celebração destes 24 anos de Cultura, criámos uma playlist com 24H de música, composta por vários dos temas mais marcantes desde 1998 e feita exclusivamente com sugestões dos nossos colaboradores. Acima de tudo, é uma playlist que representa o nosso ADN: multicultural e sem fronteiras de estilo / género."

 

Aqui está o link desta incrível playlist: https://open.spotify.com/playlist/3EFdHgMYLrMrM7IdmUsXWq?si=a907cea1a41c460f 

 

 

24 anos fnac playlist.png

28 de Fevereiro, 2022

#apoiamosotalentonacional I GUI ALY - CRUSH ME DOWN

Álbum de estreia chega em março!

Depois dos primeiros lançamentos terem sido um sucesso, Gui Aly traz-nos agora uma intensa balada como terceiro single da sua autoria, "Crush Me Down".

 

Este novo tema é o cartão de visita para o álbum de estreia que sairá em meados de março deste ano, onde vamos poder encontrar também o último single do artista, "Away".

 

Nas palavras do Gui, "Crush Me Down é uma canção que retrata o sentimento de "prisão" ao "falso amor", que vem do medo de nunca mais encontrar alguém, mesmo que isso destrua emocionalmente a pessoa. Largar algo não é fácil."

 

Com produção de Miguel Ferrador e Hélio Morais, o novo single tem letra e música de Gui Aly, com selo da SONY MUSIC PORTUGAL.

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

GUI ALY.jpg

28 de Fevereiro, 2022

MÚSICA NOVA DO DIA I São Roque - Não há Amor em Portugal (com letra)

Temos agora um novo single dos São Roque, uma banda de canções de cantautor vestidas de indie.

 

"Não há Amor em Portugal" é o terceiro single de "Roma", disco gravado, misturado e masterizado por Nuno Roque no estúdio NuRecordings e produzido por João Correia e Nuno Roque.

 

Esta canção é uma carta escrita a todos aqueles que perdemos. A saudade é o tema central, que nos faz regressar a momentos que, hoje, nos parecem distantes e impossíveis de repetir.

 

 

LETRA: "NÃO HÁ AMOR EM PORTUGAL"

 

Deixei a tua luz acesa

À cabeceira é tua a mesa

No meu quarto o tempo pára

Tenho de trancar

 

Gargalhadas de criança

Dão valor à eternidade

Uma vénia à lembrança

Isto não é saudade

 

É tudo a fingir, nada é real

É tudo a fingir, não há amor em Portugal

 

Cartões a tinta permanente

A tua letra nunca mente

Sem te ter sinto-me ausente

Não há como apagar

 

A quem rezo está distante

Nem sei se vai cá voltar

Sem o ter sinto-me ausente

Não há como negar

 

É tudo a fingir, nada é real

É tudo a fingir, não há amor em Portugal

 

É tudo a fingir, nada é real

É tudo a fingir, não há amor em Portugal

 

É tudo a fingir, nada é real

É tudo a fingir, não há amor em Portugal

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

sao roque.jpg

28 de Fevereiro, 2022

#apoiamosotalentonacional I JOÃO COUTO, EMMY CURL e JOÃO SEQUEIRA - ASFALTO

João Couto, Emmy Curl e José Sequeira editam em colaboração o novo single "Asfalto".O tema faz parte de um conjunto de canções escritas em residência pelos 3 artistas, no âmbito do Ciclo de Co-Criação e Livestream.O Ciclo de Criação e Livestream é um projeto da distribuidora digital One Level Up Music, com o apoio do programa Garantir Cultura, que atribuiu 9 bolsas de co-criação aos artistas e compositores para residências artísticas virtuais.3 grupos de 3 artistas associados à One Level Up Music passaram o Verão de 2021 em residência artística escrevendo canções que foram mais tarde apresentadas no dia 26 de novembro de 2021, no União Setubalense.João Couto, Emmy Curl e José Sequeira, foram um dos grupos participantes e este novo single é o registo ao vivo de "Asfalto", primeiro tema a sair do projeto.Escrito e produzido por João Couto, "Asfalto" é um tema eletrizante sobre o entusiasmo e medo de começar uma nova jornada.

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

JOAO COUTO.jpg

27 de Fevereiro, 2022

MÚSICAS NOVAS DA MEGA HITS: 24 FEVEREIRO 2022

 - Dove Cameron - Boyfriend

 - Dillaz - Maçã

 - Ed Sheeran, Taylor Swift - The Joker and The Queen

 - Pedro Sampaio feat. MC Pedrinho - Dançarina

 - Tate McRae - She's All I Wanna Be

 - Charli XCX feat. Rina Sawayama - Beg For You

 - Jão - Idiota

 - Coldplay, Selena Gomez - Let Somebody Go

 - Ivandro - Lua

 - T-Rex - Pra Mim

 

Todas as músicas novas da rádio MEGA HITS em https://musicportugal.pt/tag/as+m%C3%BAsicas+novas+da+megahits.

 

21209764_urqkZ.png

22 de Fevereiro, 2022

07.22. + NOVIDADES DA MÚSICA PORTUGUESA: Esta semana ouve o Solitário, Nuno Ribeiro, Firgun, C4 Pedro, Amélia Muge e Teaser

MAIS MÚSICA PORTUGUESA NA NOSSA PLAYLIST NO SPOTIFY.

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! CLICA AQUI.

 

novidades semana.png

21 de Fevereiro, 2022

#apoiamosotalentonacional I ZÉ MARIA - A PONTE DOS DESEJOS

Álbum de estreia do fadista disponível a 04 de março.

A Ponte dos Desejos” é o primeiro single do álbum de estreia de Zé Maria. O tema original com música e letra de Carminho é o mote para o primeiro disco do fadista. “A Ponte dos Desejos” - como tantas vezes o Fado faz – canta a vida através de uma história: a história de amor de um rapaz e uma rapariga que, já se conhecendo, passaram um dia a ver-se com outros olhos. 

 

A ponte surge metaforicamente como aquela que cria a ligação entre os dois, tal como faz com tantos outros pares de namorados que por ela se cruzam. Com esta canção da autoria de Carminho, Zé Maria revela um pouco do seu disco de estreia, fruto de um percurso desde cedo marcado pelo Fado, vindo a amadurecer e dado a conhecer em algumas das mais emblemáticas casas de Fado de Lisboa. 

 

Zé Maria é um artista de várias expressões, dedicando-se também às Artes Plásticas, numa outra vertente da mesma sensibilidade artística. Se a Pintura lhe enche os dias, à noite é o Fado que exprime e comunica as emoções e o seu mundo interior. Intitulado “Zé Maria” e com direção musical de Pedro de Castro, o primeiro disco do fadista revela-se enraizado na sonoridade tradicional do Fado, abrindo também espaço à descoberta de novas melodias. Uma edição da Museu do Fado Discos com lançamento previsto para 4 de março.

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

ZÉ MARIA.jpg

21 de Fevereiro, 2022

MÚSICA NOVA DO DIA I MILTON GULLI - JOGADOR

NOVO ÁLBUM, QUOTIDIANO, CHEGA NO DIA 03 DE MARÇO.

Milton Gulli é um artista profundamente imerso nos sons lusófonos e na cena musical africana contemporânea de Lisboa. Ligado a projectos como Cacique´97, Philharmonic Weed e Cool Hipnoise, o luso-moçambicano lança a 3 de março o seu primeiro álbum a solo, “Quotidiano”, numa edição da britânica Tangential Records. 

 

Este novo capítulo da sua jornada criativa é “um relato fotográfico contemporâneo da vida quotidiana em Moçambique e no mundo”. É música de sol com alma e coração que reflete a sua herança moçambicana e educação cultural e as diversas influências e géneros musicais dos seus vários projectos. 

 

Em “Quotidiano”, Milton surge na sua melhor forma. São mais de duas décadas a produzir, escrever e a tocar funk, hip hop, reggae, música eletrónica, soul e afro, uma paleta rica de géneros que conhece profundamente e cruza, com mestria, neste trabalho do qual já conhecemos os singles "Jogador", "Puto", "Cacimbo” e “Algoritmo”. 

 

As letras expressam a sua postura ativista: a sua música sempre foi para as pessoas e sobre as pessoas, em prol do empoderamento dos menos favorecidos, igualdade, justiça, educação para todos e um mundo sem fronteiras.

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

milton jogador.jpg

21 de Fevereiro, 2022

TONY CARREIRA - DIZ-ME (com letra)

[Verso 1]
O tempo não levou a saudade de ti
Eu não esqueci a dor de te ver partir
São noites sem dormir, perdido por aí
Eu não quero viver se não estiveres aqui
Quanto mais o tempo passa, mais te quero ver
Diz-me o que é que eu faço se sem ti não sei viver

[Refrão]
Diz-me como vivo sem te ter a meu lado
Diz-me como sigo se estou preso ao passado
Não sentir a solidão que teima em ficar
Aqui, no teu lugar
Ensina-me a fingir que posso voltar no tempo
P’ra poder fugir a este eterno silêncio
Da tristeza que deixaste p’ra me assombrar
Aqui, no teu lugar

[Verso 2]
No espelho um homem só com mágoa no olhar
Porque sem ti ficou
Sem nada mais p’ra dar
Os dias são iguais, nada mudou aqui
Sem ti p’ra me guiar, o que será de mim
E no teu abraço é onde eu quero ficar
Diz-me o que é que eu faço
Se eu sei que não vais voltar

[Refrão]

Diz-me como vivo sem te ter a meu lado
Diz-me como sigo se estou preso ao passado
Não sentir a solidão que teima em ficar
Aqui, no teu lugar
Ensina-me a fingir que posso voltar no tempo
P’ra poder fugir a este eterno silêncio
Da tristeza que deixaste p’ra me assombrar
Aqui, no teu lugar

[Verso 3]
Ensina-me a ter forças p’ra lutar
Quando a noite vem
P’ra me abraçar
Se é mesmo o fim, só peço p’ra me dares
Apenas um sinal p’ra me guiar

[Refrão]
Diz-me como vivo sem te ter a meu lado
Diz-me como sigo se estou preso ao passado
Não sentir a solidão que teima em ficar
Aqui, no teu lugar
Ensina-me a fingir que posso voltar no tempo
P’ra poder fugir a este eterno silêncio
Da tristeza que deixaste p’ra me assombrar
Aqui, no teu lugar

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

TONY CARREIRA.jpg

21 de Fevereiro, 2022

MÚSICAS NOVAS DA RFM: 21 FEVEREIRO 2022

 - Maninho - Vem Pra Cá

 - C4 Pedro - Está Tudo Bem

 - Maluma - Sóbrio

 - Sebastian Yatra - Tacones Rojos

 

Todas as músicas novas da rádio RFM em http://musicportugal.pt/tag/as+m%C3%BAsicas+novas+da+rfm.

 

21399557_95ouL.png

18 de Fevereiro, 2022

TEMOS UM PASSATEMPO EXCLUSIVO A DECORRER NO NOSSO INSTAGRAM EM PARCERIA COM A SONY! SABE COMO PODES PARTICIPAR, AQUI!

PASSATEMPO SONY & MUSICPORTUGAL

Este foi eleito por vocês como o melhor álbum de música portuguesa de 2021, por isso, chegou a altura de retribuir a vossa ajuda nesta iniciativa com a oferta de 1 CD a um dos nossos seguidores.

Para participares tens que seguir estas regras:
- SEGUIR A @MUSICPORTUGALPT NO INSTAGRAM;
- IDENTIFICAR UM AMIGO NOS COMENTÁRIOS, SENDO QUE PODES PARTICIPAR AS VEZES QUE QUISERES DESDE QUE IDENTIFIQUES 1 NOVO AMIGO.

O passatempo decorre até dia 05 de março. O vencedor(a) será anunciado no Instagram da MUSICPORTUGAL no dia seguinte, 06 de março (domingo). O vencedor será escolhido entre os participantes que cumprirem as regras do passatempo e de forma aleatória através de uma ferramenta de sorteios online.

OFERTA: 1 exemplar em CD do álbum “ORQUESTRA JAZZ DE LEIRIA – DEZ”.

Boa sorte a todos! ;)

#passatempo #sony #sonymusicportugal #cd #melhorálbumdemúsicaportuguesade2021 #orquestrajazzdeleiria #dez #apoiamosotalentonacional #musicportugal

 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por MUSICPORTUGAL (@musicportugalpt)

 

Cópia de Cópia de Cópia de Cópia de NOMES ARTI

17 de Fevereiro, 2022

#apoiamosotalentonacional I DIOGO DIVAGAÇÕES - CARTA AO MEU PASSADO, EU

Diogo Divagações lança o novo single "Carta ao Meu Passado, Eu" exclusivamente nas plataformas digitais e com grande destaque aqui na MUSICPORTUGAL.

 

Nas palavras do Diogo, "Carta ao Meu Passado, Eu" «é a vontade indómita da continuidade. Olhar para o presente e consentir a sua evolução, através da consciência do passado, faz mote à crença e ao acreditar. O foco na auto-motivação, na perseverança como luz guia. É uma conversa de si para consigo; um post-it do lado de dentro do ser».

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

diogo divagaçoes.jpg

17 de Fevereiro, 2022

"POWEHI" É O NOVO ÁLBUM DOS NOZ. DESCOBRE AQUI NA MUSICPORTUGAL! APRESENTA INFLUÊNCIAS DO ROCK PSICADÉLICO, FOLK, BLUES, NOISE, PUNK, BOSSA NOVA, POP ALTERNATIVO E MÚSICA EXPERIMENTAL.

Bernardo Palmeirim, Gonçalo Castro e Ricardo Martins apresentam o seu segundo disco "Powehi", já disponível nas habituais plataformas digitais.

 

"She & He" foi o primeiro single de avanço de "Powehi": uma fresca paródia de amores cruzados. Por sua vez, "Stranger Creatures" é um lamento de amor perdido, um choro que discorre em sinuosa electricidade. Os NOZ evidenciam assim um disco multicolorido e poliamoroso, com canções tão distintas quanto há bioformas no universo. Ambos videoclips foram feitos pelo artista visual peruano Álvaro Icaza.

 

 

E porquê "Powehi"? Este foi o nome dado ao primeiro buraco negro a ser 'fotografado' a partir de dados enviados por oito radiotelescópios em diferentes pontos do globo. O nome foi dado a partir de uma canção cosmogónica havaiana do século dezoito e significa algo como a "ornamentada e inescrutável criação negra" ou "embelezada fonte negra de infindável criação".

 

NOZ procura criar uma síntese entre a plasticidade digital e a autenticidade do acústico. No centro está uma vontade de romper barreiras dentro da música rock-pop. “Desejamos explorar o espaço intermédio da composição e da improvisação, usando o digital para trabalhar voz, guitarra e outros elementos, em tempo real. Misturamos influências do rock psicadélico, folk e blues, noise, punk, bossa nova, pop alternativo e música experimental.

 

"Powehi" é um álbum produzido com o Apoio à Edição Fonográfica da GDA.

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTE ÁLBUM JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

powehi noz.png

17 de Fevereiro, 2022

MUNDO SEGUNDO & SAM THE KID - LINGUAGEM MARGINAL (com letra)

[Verso 1: Sam The Kid]
A minha língua tem palavra: honra
E garra nascida em quem a narra, mas lida com uma bizarra montra
Há quem se agarre ao fascínio e já se inspira noutra
Porque imagina que é giro, mas na piscina é gota
Eu não prescindo, eu dou-te a zona que eu cresci
Na ponta da caneta com um cachimbo na boca
Eu falo Marvilense sem diploma, oral ou extenso
É o idioma que me pertence e me leva a Roma
E eu não 'tou a falar de notas, estou a falar de letras
Daquelas que tu anotas a imitar outras vedetas
Nem que metas a tua vida inteira
Não me soa a verdadeiro e à pessoa que aparentas
Sou a mão que abençoa um brasão que me aperfeiçoa
Até que aprendas um calão que te afeiçoa sem legendas
A minha fonte é o meu espaço e aponto com um braço canhoto
Que uso para mais tarde dar-te um gafanhoto luso num compasso
A minha escrita não tem prazo, se tu tentasses, conseguias
Entra noutra fase, escreve um calhamaço com cedilhas
Tu mudas consoante modas e manias
Como acordos que tiram consoantes mudas em quantias absurdas
E eu não entro em mordomias

[Verso 2: Mundo Segundo]
A minha língua é Lusa, como é linda a musa
Como é linda é Suza, sprint de Hayabusa nunca finda a tusa
A cinta nunca acusa, metal aqui não se usa
Mente difusa recusa virar pedra p'ra medusa
Jus a um aprofundar constante
Cuspo petróleo desde o tempo do linóleo
Extenso e denso portfólio
Letras são espólio como hotéis no Monopólio
A indústria é o Capitólio que paraliso como Pólio
Orgulho engole-o, eternizo e infernizo silábico artesão
Nem preciso ser preciso, balança na precisão
Visualizo e realizo ciência sem ficção
Vocalizo, não viralizo, tens falhas na dicção
Com falhas na BIC, são vacilos em dominó
Esse nariz com fricção tal e qual um esquimó
Turista de riquexó, romântico Dom Quixote
Com fotos que por si só são Photoshop ao barrote
És coffeeshop sem stock, puro flop sem papéis no lote
O meu forte casado com arte sem anéis nem dote
Tu sem sorte dou-te o corte sem arma nem porte
Douro o Norte e pouco me importa que o Midas me toque
Só sou Pop se for Lock, puro verifica o L.O.P
Sim, coloco semente na terra à espera que brote
Nos PALOP lucro sem calote, sou bruto a galope
Estalão Lusitano, um choque forte perigo de morte
Sou Segundo desde sempre, primeiro para muita gente
Primeiro para muita gente, 100% eloquente
Sim, tu sente, sou doente, no beat sou residente
Sou distinto e medalhado a convite do Presidente
Eu sou persistente, focado e obstinado, jamais desistente
Pois já estava destinado não ser conivente com o que é falsificado
Sou um combatente com espada de aço temperado
Vitorioso inesperado, jamais desesperado
Quantas vezes me inspirei por estar desinspirado?
Quantas vezes fiz do medo o melhor aliado?
O meu silêncio já diz tudo mesmo quando estou calado
'Tá fechado

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

linguagem marginal.jpg

17 de Fevereiro, 2022

DILLAZ - MAÇÃ (com letra)

TANTAS ALTURAS QUE NINGUÉM OUVIA

AQUILO QUE EU NÃO PODIA DIZER AMANHÃ

TANTO JUREI QUE NUNCA PECARIA

E ENQUANTO O DIZIA

MORDIA A MAÇÃ

(2 vezes)

 

Agarra naquilo que é teu

Mantém a firmeza na mão

Perdoa se te aconteceu

Mas caga para quem for embora

(2 vezes)

 

Olha para a pinta do galã

Todo Cartier, Mont Blanc

Acorda quando anoiteceu

Mas quando se deita é manhã

Quero um Ferrari para a mamã

E se não fosse o rap o que tinha acontecido?

Eu tenho uma noção

No sítio onde eu paro nunca tinha aparecido

 

As vezes olho à volta tenho pena

Sei que vão dizer não tou na mesma

A vossa cabeça é muito pequena

Tu ficas a sorrir com as hienas

E para ela não andar com um cagão

Ela só te assumiu na quarentena

Quantos é que falam

Quantos é que são

Tenta mandar em mim não vale a pena

 

A cuspir no prato onde pitou

Então agora tu fala seu cão

Quem não te fala

Vem-me dizer alô

Eu tou numa nuvem sentado

a olhar para a vista

Tou longe do chão

 

TANTAS ALTURAS QUE NINGUÉM OUVIA

AQUILO QUE EU NÃO PODIA DIZER AMANHÃ

TANTO JUREI QUE NUNCA PECARIA

E ENQUANTO O DIZIA

MORDIA A MAÇÃ

(2 vezes)

 

Então olha pra mim

Tou na mesma

Olha pra mim

Tou na mesma

Eu tenho ouro no meu pulmão

Estou num mar de água benta

Quem não gosta de mim

Tenho pena

Segui o sonho estou na venda

Fala do carro da vivenda

Então fica a espera que eu te atenda

(2 vezes)

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

dillaz maça.jpg

16 de Fevereiro, 2022

TÊM UMA BANDA? ENTÃO O CONCURSO "BAND WARS" É PARA VOCÊS! AS CANDIDATURAS ESTÃO ABERTAS ATÉ 20 DE FEVEREIRO.

A World Academy convida todas as novas bandas a participar no concurso Band WArs. As candidaturas estão abertas até 20 de Fevereiro.


O Band WArs é um concurso anual, que incentiva e promove novas bandas com material original, servindo como rampa de lançamento e plataforma de divulgação.

 

A participação no concurso é gratuita e aberta a bandas de originais, cuja formação tenha um mínimo
de três e um máximo de seis elementos. Todos os géneros e idiomas são aceites.


O concurso decorre em duas fases: a primeira de selecção das quatro bandas finalistas a actuar ao vivo
no auditório da WA, e a final de atribuição do grande prémio Band WArs ao vencedor.


A avaliação em ambas as fases, fica a cargo de um júri composto por profissionais da área da música. Para a escolha final do vencedor, o voto do público é também reconhecido como um dos critérios, através do número de visualizações do streaming dos concertos dos finalistas.


As quatro bandas finalistas irão actuar na WA com transmissão livestream para o Youtube da SBSRfm, e ganharão o registo do concerto em áudio multipistas, vídeo em multicâmara e reportagem fotográfica. O prémio a atribuir ao vencedor é a gravação de um EP no Estúdio WA.

 

Calendário Band WArs:


1a FASE – Candidatura
20 Fevereiro – data final de candidaturas ao concurso;
25 Fevereiro – divulgação de projetos selecionados para fase actuações ao vivo.


2a FASE – Concertos ao Vivo
10, 17, 22 e 24 de Março – actuações no Palco WA transmitidas em streaming;
1 Abril – Anúncio da banda vencedora;
Maio / Junho – gravação de 4 temas originais da banda Vencedora, no Estúdio de Som WA.

 

Mais informações e regulamento disponíveis em https://www.worldacademy.pt/.


Faz do Palco WA a tua arena. Candidata-te já!

 

band wars concurso de bandas.png

Pág. 1/2