Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MUSICPORTUGAL

Aqui, APOIAMOS O TALENTO NACIONAL!

MUSICPORTUGAL

26 de Setembro, 2022

ALMO LANÇAM ÁLBUM "ALMO & JÚLIO RESENDE". O FADO E O CANCIONEIRO PORTUGUÊS CANTADOS POR DOIS CANTORES LÍRICOS ACOMPANHADOS AO PIANO POR JÚLIO RESENDE.

Era quase sempre o mesmo pedido. Após os concertos promovidos pelo Voice Experience em Savannah e Nova Iorque (Estados Unidos da América), Tiago Matos e Paulo Lapa eram desafiados a cantar fado ou músicas do cancioneiro português. “Não era a nossa especialidade, mas lá cantávamos, e as músicas eram sempre muito bem recebidas”, contam os dois músicos. Tão bem recebidas, que um dia chegou um convite inesperado por parte do público que frequentava assiduamente os concertos: gravar um álbum de música portuguesa como a que apresentavam em concerto, sem que os cantores líricos se fechassem necessariamente nessa estética. Foi esse “pormenor” que encantou os americanos e os fez financiar este projeto. Desafio aceite, e para fazer jus à essência da música portuguesa, os dois cantores convidaram o pianista Júlio Resende, um dos músicos portugueses mais reconhecidos internacionalmente e com grande carreira no jazz, para estar presente no projeto como pianista e produtor. E assim, com muito rigor e improviso à mistura, nasceu “ALMO & Júlio Resende”Um projeto único e inovador, onde a capacidade criativa e inventiva do pianista e compositor Júlio Resende se une ao talento interpretativo dos cantores Paulo Lapa (tenor) e Tiago Matos (barítono). Numa simbiose entre o jazz, a improvisação e o canto, que reinterpreta o Fado e o Cancioneiro Português, sem estar exclusiva e intrinsecamente ligada à estética jazzística ou lírica. O resultado tem surpreendido quem ouve e quem canta: “Estamos desde sempre ligados à música clássica, onde somos nós, onde temos a certeza de um caminho que tem vindo a ser feito. Livre. Por isso, imensamente amado e solto para experimentar novas formas de criar. Pegamos na canção como ponto de partida para a descoberta e tem sido maravilhoso”, conta Tiago Matos.

 

Porquê ALMO? “ALMO, que deriva do Latim “almus” - um adjetivo que poeticamente qualifica o que cuida; o que cria; criador - dá nome à “viagem” que decidimos trilhar, num caminho de liberdade à procura do espaço para redescobrir a alma do Fado e do Cancioneiro Português”, reforça Paulo Lapa.

 

O álbum já está disponível em todoas as lojas e plataformas digitais e dia 22 de outubro, às 21h, no auditório da Nova SBE, em Lisboa, num ciclo de concertos intitulado Piano Sessions, vai ser possível ouvir ao vivo este ALMO cheio de alma portuguesa.

 

 

Foi também já lançado o primeiro single e respetivo vídeo, “Barco Negro”, música e letra original de Caco Velho e Piratini, com adaptação de David Mourão-Ferreira, interpretação de Paulo Lapa e Tiago Matos, com arranjo musical e piano por Júlio Resende.

 

 

1280x1280.jpg