Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MUSICPORTUGAL

APOIAMOS O TALENTO NACIONAL! 🇵🇹

28.05.21

#apoiamosotalentonacional I BEATO - À BEIRA-MAR


Tiago Ferreira

O single "À Beira-Mar", editado hoje, é o primeiro tema de Beato para o longa duração, que verá em breve a luz do dia, com selo Valentim de Carvalho. Foi gravado nos estúdios de Paço de Arcos e nos Estúdios do Beato, com letra e música de Beato, co-produzido com Nuno Rafael. Conta com as percussões de Jorge Costa, as vozes de Mariana Camacho, trombone de Hugo Esteves e cavaquinho Cabo-Verdiano de Romeu Ornelas.

"À Beira-Mar" é como que a renovação de Bruno Vasconcelos, o Beato. Um concentrado com sabor a Verão eterno e mojitos, que nasceu fora de época – em pleno Inverno –, mas que assume esse exercício de recuperar o pôr-do-sol laranja e a sensação de estar a boiar ao som da maresia. Um registo sobre bons momentos, com aroma a nostalgia e amor, gravados em slow motion.

Tudo é colorido e soalheiro no mundo concebido por Beato, alter-ego de Bruno Vasconcelos. É assim que o músico e compositor português marca mais uma nova etapa do seu percurso artístico – Beato –, um lugar onde nasce o seu mais recente projecto; um lugar de vários universos e influências que se materializam em canções salpicadas a pop acústico que nos transportam para uma sonoridade por vezes insular.

Este lugar não deve ser entendido apenas no sentido figurativo. É real. É feito de paredes, janelas como uma renovada perspectiva sobre o mundo. É no Beato (o bairro lisboeta), que Beato (o músico) encontra uma cidade que se renova e que se ilumina com a geração de artistas, artesãos e empreendedores que aqui lançam fundações para o próprio auspicioso futuro. A geração de Beato (o músico), que apesar de se encontrar no olho da tempestade, em pleno momento histórico sem precedentes, se atreve a sonhar com o amanhã. A música de Beato é tudo isto: uma espécie de saudade do futuro, entre a nostalgia e o optimismo, com a segurança de quem sabe que melhores dias virão e que os irá desfrutar, como um dia de praia que só termina quando o sol se põe.

"À Beira-Mar" é também sobre a vontade de embarcar numa vida mais simples, sem necessidade de colete salva-vidas; de deixar para trás o mundo complexo e real - «Eu dava tudo para ficar aqui à beira-mar», diz Beato, mas será que o fará?

 

 

LETRA: "À BEIRA-MAR"

 

Uma brisa molhada soprou,
refresca-me a pele do escaldão,
matinal fresca de verão,
à beira-mar.
Tiramos fotos de instagram.
Passeamos lentos no areal.
Eu só me imagino aqui, no litoral.
Está maré baixa,
vou molhar os pés
à beira-mar.

Sei que sou assim,
sofro por antecipação.
Ainda agora aqui cheguei
sofro já p’lo fim do verão.

E eu dava tudo para ficar aqui
ao lanche sumo e bola de berlim
com os pés plantados sob a areia fina à beira-mar.
Eu dava tudo pra ficar aqui.
Não ter que ir trabalhar.

Uma brisa mais quente soprou
puxou-nos para a rebentação
já está feita a digestão,
vou mergulhar.
Voltamos pra toalha a secar
contemplo a lenta evaporação
e o sal que surge na tua pele
pra temperar.
E a maré sobe
em brando vai e vem
a borbulhar.

E ao entardecer
o sol mergulha em languidez
fim de dia, calmo e moreno,
céu laranja em degradê.

E eu dava tudo para ficar aqui
ao lanche sumo e bola de berlim
com os pés plantados sob a areia fina à beira-mar.
Eu dava tudo pra ficar aqui.
E não ter que ir trabalhar.
E eu dava tudo pra viver assim,
à beira-mar.

 

 

 PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI. 

 

BEATO A BEIRA MAR.jpg