Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MUSICPORTUGAL

APOIAMOS O TALENTO NACIONAL! 🇵🇹

02.06.21

DOMI - CAIXA (com letra)


Tiago Ferreira

Amachuco o sonho eu aponto ao caixote

não quero ficar a dar voltas ao meu caixão

pedem experiência para trabalhar na caixa

ninguém consegue ler o meu mapa astral

 

Disseram que por esta altura eu ia estar pronto, respondi tá tonto

Nem a puta de uma dispensa boy eu pago a pronto

O ensino para a chuva prepara-te com naprons

Não me deixam alternativa esperar a weed estar pronta

 

Nação valente vais oca, não marcho contra canhões rebento-os todos na boca (oh Jah)

No meu sofá, alguém de trás manda um piropo diz que só se deixa agarrar pela Ruah

 

Esse assédio é nossa a culpa, ensinas o teu filho sempre a ter mais que uma

Quando vais à bola tu é que vês o ser humano

Claques com perucas sobre calvice de arianos

 

Sei que tem uns quantos, notório o desrespeito à farda que nós cultivamos

Senhor guarda pregos no cartório sei que tem uns tantos

Há bom e mau caráter nos dois lados dos campos

Devia era ‘tar a arrombar a porta dos seus soberanos

 

Chuta que é para canto, varre para debaixo do hábito do nosso estado laico

Quanto vale a fé de um homem por um livre por um livro like

Podíamos estar na passarola voadora e ainda só giro de bike

 

Isto é tao certo como o meu grif Nike se a esperança tá no André apanho o próximo flight

Que não faço parte de pôr alguém apartheid

mim que não borre a pintura como Basquiat

 

Amachuco o sonho eu aponto ao caixote

não quero ficar a dar voltas ao meu caixão

pedem experiência para trabalhar na caixa

ninguém consegue ler o meu mapa astral

 

Fuck covid, senhora ministra quando isto acabar eu também quero um convite para o drink

E se aparecer com as calças pelo rabo, não é pelo estilo, é porque não tenho guito para o cinto

 

O meu velho já não aperta mais, onde nem megas são memo terabites

Sem arrependimento quando for ter com o Hades

Mesmo que isso implique o sonho pelo cano abaixo

O meu copo tá a afundar em vinho do Cartaxo

 

Ridículas medidas, saúde à espera para depois vir a fura filas

O que não falta é Isildas, que só saem exímias

500 paus é um insulto para me sustentar rimas

 

Então um gajo só ri mano, mas quantos não tão a fazer a mãe escorrer rímel

Porque mais um apoio negado é tão previsível

Tá mais que visível

Com festas e bolos metem a mão no teu papel

 

Amachuco o sonho eu aponto ao caixote

não quero ficar a dar voltas ao meu caixão

pedem experiência para trabalhar na caixa

ninguém consegue ler o meu mapa astral

 

 

domi caixa.jpg