Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MUSICPORTUGAL

Aqui, APOIAMOS O TALENTO NACIONAL! Este é o site que divulga o melhor da música portuguesa e internacional!

PUBLICIDADE
11 de Outubro, 2018

[ESPECIAL] Entrevista MUSICPT I Sara Correia

A MUSICPORTUGAL e a editora Universal Music Portugal voltam a juntar-se para mais uma grande entrevista... depois de Fernando Daniel, Ana Bacalhau, Marco Rodrigues e João Couto, Sara Correia é a nossa quinta convidada!

 

Sobre Sara Correia... «Desde muito cedo que Sara Correia é presença habitual nas melhores casas de fado da cidade. E, por isso, canta com a propriedade e força de quem cresceu no fado. Vive o fado desde criança. O facto de ter crescido numa família fadista ajudou a que desde cedo vivesse rodeada de música e de músicos e a viver essa vida de uma forma bastante natural. Cresceu e aprendeu a ouvir Amália Rodrigues, “fadista inteira” que tanto a inspirou no caminho que traçou até hoje, em todas as suas vertentes, mas Sara Correia tem também como referências outras grandes vozes, como Fernanda Maria, Beatriz da Conceição e Hermínia Silva. Além das casas de fado, atuou em palcos célebres como o Centro Cultural de Belém, os festivais Caixa Alfama e Caixa Ribeira e foi convidada para cantar no Concerto por um Novo Futuro, na maior sala de espetáculos do país, a Altice Arena.»

 

 

Nesta nova entrevista, Sara conta-nos como surgiu a sua paixão pela música e pelo fado, as experiências nas casas de fado, as suas influências musicais, e tudo o que precisas de saber sobre o seu álbum de estreia!

 

Agradecimento especial à Mariana Morado (Digital Promotion I Universal Music Portugal), que teve o cuidado de preparar a entrevista para a nossa quinta convidada! Volto a apelar à tua partilha desta nova entrevista da MUSICPORTUGAL & UNIVERSAL MUSIC PORTUGAL.

 

 

 - Sara, antes de mais, fala-nos um pouco sobre ti... em algumas palavras como te descreves?

Sou uma fadista de 25 anos, com muita garra e muita vida, que viveu sempre com o fado!

 

 - Vives o fado desde criança! Como surgiu essa paixão?

Na verdade tenho uma tia que canta, a Joana Correia, que me introduziu no fado. Sempre ouvi fado em casa, em família e, desde pequena, que ia às casas de fado.

 

 - Consideras a experiência em casa de fados fundamental? Alguma casa foi marcante para ti?

Sem dúvida que é necessário passar pelas casas de fado para se beber e alimentar daquilo que mais gostamos que é cantar emoções, num sítio intimista. Cantar ao lado de grandes referências do fado é um privilégio enorme. Já cantei em algumas casas, mas a que me fez crescer como fadista foi a “Bacalhau de Molho”, foi sempre um grande privilégio, uma verdadeira honra, cantar lá.

 

 - O teu percurso começou oficialmente com a participação e vitória na Grande Noite do Fado de Lisboa! Primeiro, o que te levou a participar neste evento? 

Naquela altura era muito importante um fadista ir à Grande Noite do Fado, não podia perder a oportunidade, era o maior evento de Fado.

E fui, fiquei em 1º lugar em 2007 e fiquei radiante com o sucedido.

 

 - O que mudou na tua vida depois da grande vitória?

Na verdade, deu-me a força que precisava para acreditar que é possível continuar a lutar por aquilo que gosto de fazer que é cantar. E claro que abre outras portas para casas de fado e acabas por ficar conhecida nesse mundo do fado.

 

 - Quem são as tuas influências a nível musical? E porquê?

Costumo ouvir vários géneros musicais, mas gosto especialmente de fado. A Dona Amália Rodrigues é o que mais se ouve cá em casa, mas também gosto de ouvir outros géneros musicais, como por exemplo, sou fã de Carolina Deslandes, acho inacreditável o talento e a sensibilidade que ela tem para escrever e compor músicas tão bonitas. Também sou fã de hip hop como o Sam The Kid, que foi criado no mesmo bairro que eu, considero-o um génio!

 

 - Tens algum tema a que possas chamar de "a música da minha vida"?

A música da minha vida, é a própria música. Mas se tivesse que escolher um tema escolheria um do meu álbum: “Se o mundo dá tantas voltas”, no fado versículo.

 

 - Fala-nos sobre o teu disco de estreia. O que podem os portugueses esperar de ti neste álbum?

Podem esperar uma jovem de 25 anos que canta o fado com muita entrega e muita alma.

 

 - Estavas à espera de uma grande aceitação por parte do público?

Sinceramente o que queria era passar a palavra do fado e as suas emoções. O fado é do povo e do mundo.

 

 - Qual foi o melhor elogio que recebeste sobre este disco?

Na verdade já recebi vários, mas fiquei muito feliz por darem 5 estrelas ao meu álbum. É incrível 🙌🏻

 

 - Mudavas alguma coisa no teu primeiro álbum?

Não mudaria nada, é um álbum com uma grande entrega e amor.

 

 - A quem dedicas este álbum?

Dedico inteiramente a todos, mas em especial à minha mãe e ao meu irmão.

 

 - O que podemos esperar de ti em 2019? Concertos, músicas novas, etc.?

Muita música, muitos concertos e muito fado com muita alma. É tudo o que posso revelar! 😊

 

 - Com quem gostavas de trabalhar no futuro?

Boa pergunta, tenho várias pessoas que gostava de trabalhar um dia, ou neste caso cantar, como por exemplo com a Ana Moura, Carolina Deslandes ou o António Zambujo.

 

 - E o que tens achado do panorama atual da música portuguesa?

Eu gosto muito de música cantada em português, e estou contente com o facto de cada vez mais artistas cantarem em português. Significa que há abertura para coisas novas!

 

 - O fado vai estar sempre presente na tua vida?

Mesmo que não quisesse, o fado nasceu de mãos dadas comigo :)

 

 - Aproveita agora para deixares uma mensagem a todos os leitores que vão ler esta entrevista na MUSICPORTUGAL!

Espero que tenham gostado da minha entrevista e que possamos nos encontrar nos meus concertos e estarmos todos juntos. Um beijo!

 

entrevista SaraCorreia MUSICPORTUGAL UniversalMusi