Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MUSICPORTUGAL

APOIAMOS O TALENTO NACIONAL! 🇵🇹

24.06.20

MÚSICA NOVA DO DIA I FILIPA VIEIRA - PASSO APRESSADO

Este é o primeiro avanço para o projecto MESA DE FREIRAS, que será editado brevemente.


Tiago Ferreira

Filipa Vieira nasceu em Lisboa e o Fado esteve sempre presente na sua vida.

Desde pequena que o pai lhe cantava fados ao deitar, e aos 11 anos de idade estreou-se em público. “Tudo isto é Fado” e “Lenda Fonte” foram os primeiros fados que cantou. Recorda-se de que se esqueceu da letra, mas o episódio apenas lhe deu mais determinação e coragem para defender a sua vocação no palco. Considera Amália Rodrigues o astro maior do fado, e é em Beatriz da Conceição que encontra uma referência pessoal.
 
Desde então, Filipa Vieira frequenta o circuito das típicas casas de fado, associações e colectividades alfacinhas, equilibrando a vida artística com o percurso académico e profissional na área do Marketing.
 
Aos 18 anos, fez parte do elenco do espectáculo musical do clássico do cinema português “A Canção de Lisboa”, de Filipe La Féria, levado a cena no Teatro Politeama. Foi a sua primeira experiência, muito marcante por ter trabalhado com importantes figuras da cultura nacional, tais como a fadista Fernanda Baptista, Manuela Maria, Anabela e, claro está, Filipe La Féria.
 
O espírito inventivo, curioso e arrojado de Filipa Vieira levou-a em 2013 a integrar o elenco do espectáculo “Tablão de Fado”, uma mescla de dança contemporânea, flamenco e fado, com direcção de Alexandra Batáglia no Teatro Ibérico, em Lisboa.
 
A exploração sem preconceitos sempre fez parte da construção da sua identidade artística, e foi na sua adolescência que se seduziu por sonoridades mais electrónicas e experimentais.
 
Filipa Vieira materializa agora o seu imaginário e percurso artístico numa visão única sobre o mundo e a figura feminina.

 

Sobre o single de estreia, Filipa Vieira diz que «"Passo Apressado" é resultado de uma reflexão sobre a correria dos tempos modernos, sobre o pouco tempo dedicado ao que realmente é importante. Musicalmente, este fado é materializado apenas com o acompanhamento de uma guitarra eléctrica, para que esse ambiente íntimo e reflexivo tenha mais expressão e força. Este foi o caminho para o que se veio a tornar o “Passo Apressado"».


"Passo Apressado" é o primeiro avanço para o projecto “Mesa de Freiras”, que será editado brevemente. Filipa leva o seu Fado numa incursão experimental, um caminho que faz acompanhada pelo produtor Tiago Pais Dias.

 

 

filipa vieira.jpg