Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MUSICPORTUGAL

APOIAMOS O TALENTO NACIONAL! 🇵🇹

19.04.17

P.P [Partilha.Pessoal] - "13 Reasons Why", a série do momento [Crítica]


Tiago Ferreira

     13 Reasons Why estreou a 31 de março de 2017, na plataforma Netflix, e é já um dos maiores sucessos do serviço de streaming. Tal é o sucesso, que hoje decidi escrever-vos esta crítica, na qual espero que possam perceber porque é que esta série é realmente um fenómeno, do qual todos deveriam ver, adolescentes, jovens e adultos.

 

     Como tinha algum tempo livre durante a Semana Santa, decidi aproveitar todo o meu tempo para ver a tal série… a série que toda a gente andava a falar. Ao todo são 13 episódios (sim isso já devem ter percebido!), com uma duração média de 1 hora cada. A série enquadra-se na história do suicídio de uma jovem, Hannah Baker (Katherine Langford). Ninguém consegue perceber exatamente os motivos que a levaram a tomar esta decisão. Porém, antes de pôr fim à sua vida, Hannah gravou um conjunto de cassetes, onde explica as 13 razões que a levaram a suicidar-se. Nestas gravações ela menciona também as pessoas que, de alguma forma, contribuíram para que ela tomasse essa decisão. Uma dessas pessoas, presente nas cassetes, é Clay Jensen que no primeiro episódio, encontra à porta da sua casa uma caixa com as cassetes dela. Ao começar a ouvir a primeira gravação, Clay e o espectador iniciam uma viagem ao passado de Hannah e descobrem, episódio após episódio, todos os segredos sobre a jovem e sobre alguns dos seus colegas.

 

 

     Esta série, explora três grandes temas: bullying e cyberbullying; assédio e abuso sexual; e suicídio. São temas que estão hoje muito presentes na nossa vida, e que são retratados de uma forma completamente “genial” na série, ao longo de todos os episódios. Ambos os episódios da série encaram estes e muitos outros temas com muita frontalidade. Algo extremamente necessário, já que ainda nos dias de hoje existe a tendência para se desvalorizar estas questões, ignorá-las, ou pior, fazer de conta que estes problemas não existem. Percebe-se ainda que esta série compreende ainda o que é ser um adolescente.

 

     A série acaba por obrigar o espectador a encarar todas aquelas situações e deixa bem claro que aquilo que ele está a ver não é ficção, embora se trate de uma série televisiva. É verdadeiro. E é, infelizmente, a realidade de milhares de pessoas. A história de Hannah pretende ser um exemplo e servir de alerta. Mostra como as palavras podem magoar os outros mais do que se possa imaginar. Mas o que é mais marcante e importante nesta história é a forma como nos diz que devemos ser responsáveis pelos nossos actos e arcar com as consequências. Pelo menos espera-se que quem veja esta série, não lhe fique indiferente.

 

     13 Reasons Why procura mostrar que quase todos os adolescentes têm problemas, nos tempos em que frequentam o ensino escolar. Desde a estatura, à falta de confiança, passando pelos medos, os dramas, o álcool, as drogas… todos têm a sua história, e tudo tem um motivo para ser motivo de gozo. E até mesmo as chamadas “boas pessoas” têm os seus próprios defeitos. Por exemplo, focando-me na personagem principal da série, Hannah, tal como todos os personagens, também tem os seus defeitos e também comete erros… algo normal... por isso até existem momentos em que Hannah também tem culpa!

 

 

     A série também critica severamente o sistema escolar por este não estar tão atento como devia à vida dos alunos. Como podemos ver na série, por exemplo, o diretor, muitas vezes só está preocupado com a possível “boa” imagem da escola, pois tenta mostrar que este caso da Hannah é único, do qual tentar acelerar o processo, para que este acontecimento possa ser esquecido. E esta demonstração do sistema escolar na série, estará sempre de parabéns por ter demonstrado esta tal realidade, que possivelmente muitos espectadores, principalmente adultos, pais, desconheciam ou não acreditam que existe. Contudo, tanto esta questão, como o próprio caso de Hannah, não podem ser generalizados.

 

     No fim de contas, este tipo de séries dá muito que pensar… afinal o que está de errado com os nossos adolescentes?... em que pensam os adolescentes da era das redes sociais?... os jovens preocupam-se realmente com os sentimentos dos outros?... o que interessa realmente nas amizades? A boa imagem ou a má imagem?... para que serve afinal a escola?... estes jovens serão alguma coisa no futuro?... É este tipo de séries que deveriam de ser mostradas na televisão, pois muitos pais não sabem o que realmente se passa na vida dos filhos, principalmente nos tempos da escola.

 

 

     13 Reasons Why, por enquanto só tem treze episódios, mas especula-se que venha a ter uma segunda temporada, pois muitos assuntos ficaram em aberto no último episódio da primeira temporada… será que alguém foi preso?... como ficou o psicólogo da escola depois de ouvir todas as cassetes?... quem teve realmente a culpa?... Não vos posso dizer mais, se não estrago a “piada” de ver a série. Na minha opinião, acho sinceramente que a série devia de continuar para uma segunda temporada, pois seria uma oportunidade para abordar muitos outros temas que continuam a nos causar muitos problemas, e visto que muitas das personagens não têm um "fim" no último episódio da primeira temporada.

 

 

     Porém, a série tem recebido algumas críticas más, como não poderia deixar de ser. Palavras como “esta série é muito violenta”, deixam alguns pais, por exemplo, com medo de que os filhos assistam a esta série, mas porque ter medo? Eu vi a série, e pelo contrário, não a achei violenta, nem pesada demais. Achei-a muito verdadeira, séria, e interessante, como já disse anteriormente, pelo simples facto de acabar por retratar tudo na realidade! Se fosse tudo mentira, na série, acha mesmo que “13 Reasons Why” seria neste momento, um fenómeno? Vale a pena pensar nestas palavras, e acreditem em mim, vai valer a pena assistir a esta série. E o meu conselho… porque não ver esta série com um adulto, como os teus pais, por exemplo? Para além de querer alertar, a série da Netflix procura sempre sensibilizar e consciencializar o espectador para todo o tipo de problemas, independentemente da idade. Por último, 13 Reasons Why faz ainda um enorme apelo para que se mudem as atitudes face a estas questões. É, sem dúvida, uma série obrigatória para qualquer jovem adolescente e qualquer adulto. A série passa a mensagem de que todos os pequenos detalhes são importantes e de que estar alerta para os problemas dos que nos rodeiam é importante; a mensagem principal da série é de que é necessário estar atento a quem nos rodeia, pois os seus problemas podem ser bem maiores do que aquilo que aparentam e nós podemos não estar a ajudar.

 

 

     Já agora, ficaste com vontade de ver a série? Não te preocupes, porque não vais perder o teu tempo, garanto-te… aliás, vai ganhar e muito com esta série… não pelos maus acontecimentos retratados, mas pelo que a vida nos pode ensinar! Aprende e ensina os outros a serem boas e melhores pessoas! No fim, também tu podes, se quiseres, mudar!

 

13reasonswhy.png

 

«P.P - PARTILHA.PESSOAL, é o novo espaço pessoal da MUSICPORTUGAL, onde várias vezes por mês (quando me sentir inspirado para escrever), tento desabafar com os meus leitores, assuntos que se encontrem interligados com os conceitos deste blog.»

Partilha comigo os teus pensamentos pessoais... o que quiseres! Está à vontade. Afinal de contas, todos temos o direito de poder fazer as nossas PARTILHAS.PESSOAIS!