Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MUSICPORTUGAL

APOIAMOS O TALENTO NACIONAL! 🇵🇹

PUBLICIDADE
31.10.21

PIRUKA - FÉ (com letra)


Tiago Ferreira

Já me senti um homem intocável
Achava que era Deus e que não quebrava nunca
Até a vida chegar ao pé de mim
Me dar um abanão e dizer: "Quem és tu, Piruka?"
Olha c'a fama bate forte, mas é toca e foge
E eu lembro a altura que a queria bem longe
Um puto sem sabedoria, mas que nunca finge
E agora faz a pergunta: "O que é a fama hoje?"
Eu só segui o meu sonho e sempre fui pisado
Como qualquer outro puto, eu segui pisadas
Minha cabeça marava com Samuel Mira, Mundo, Mind Da Gap
Ninguém imagina as padradas
Noites inteiras passadas a refazer o que eu via
Nem sabia o que era o rap, mas era o rap que eu sentia (Tsh)
Por vezes a linha não é reta
Não sonhei em ser poeta e o que eu faço, é poesia
Tinha a vida por um fio, na altura, ninguém via
Se não havia comer, como é que o puto André comia?
Vivia sozinho, eu c'a minha rotina
A dar banhadas em carochos p'ra me alimentar mais um dia
E na altura não falavam, porque na altura nem sabiam
Quantos acharam que não dava, que eu não me aguentava
No bairro, poucos sonhavam, quem sonhava, conseguia
E hoje a minha perspetiva da vida é ter a cabeça p'ra cima
E caminhar pelo meu pé
Não deixes quem é próximo, mude a pessoa que és
Mas fé em quem se aproxima, o que mais se aproxima de fé
E eu tenho fé no caminho
Mas eu sempre fui um puto que não se ilude com pouco
Sigo com fé no caminho
Já tive a tuga na mão, e em breve vou ter de novo, sim

Não deixes que ninguém mude quem tu és
Porque nem a vida muda o que eu sou
Não sei se Deus é preto ou se é branco, mas
Hoje eu agradeço por 'tar onde eu estou

Não deixes que ninguém mude quem tu és
Porque nem a vida muda o que eu sou
Não sei se Deus é preto ou se é branco, mas

Eu dou a volta à cabeça, a dar a volta ao meu caderno
Sonhei com um paraíso, e abri a porta do inferno
Não há como voltar atrás, aceita o que a vida faz
E só assim terás a paz que eu próprio quero
E um puto c'a minha estala, eu pensei: "Vou ser uma estrela" (Sim)
E ainda vou ter o meu tempo
Fazer como antigamente, eu quero ficar na história
E as estrelas de hoje em dia, são todas estrelas cadentes
Elas vêm e vão, assim que aparecem, não sabem quem são
Não, não, e amigos quantos são?
Aprendi c'os verdadeiros, esses nunca mudarão
Que eu vivo a minha vida com alguns momentos sórdidos
(É sério) Rappers hoje parecem micróbios, a sério
Queres fazer da vida um filme com vários capítulos, mas sem título
E acabas uma série sem episódios inéditos
Prémios e os créditos, não tens
Pretérito perfeito, vieste, já não vens
Eu tenho defeitos, e quem é que não tem?
Mas não mudo a minha cara, não quero agradar ninguém
(Hey) Nasci pronto p'ró combate, já 'tou farto disso
Quero é paz na minha vida, ver que o mundo já se foi
Três facadas na barriga por causa da rapariga
Que era uma granda fingida e andava a comer os dois, pois
Eu sei que a vida é motherfucker
Não venhas cuspir para o ar, porque o cuspo vem de volta
Vejo muito a morrer à pala de uma pequena
E o que era a tua foda ontem, hoje é mulher do teu tropa, mas

Não deixes que ninguém mude quem tu és
Porque nem a vida muda o que eu sou
Não sei se Deus é preto ou se é branco, mas
Hoje eu agradeço por 'tar onde eu estou

Não deixes que ninguém mude quem tu és
Porque nem a vida muda o que eu sou
Não sei se Deus é preto ou se é branco, mas

 

 

PLAYLIST MUSICPORTUGAL SPOTIFY - SÓ MÚSICA PORTUGUESA! ESTA MÚSICA JÁ LÁ ESTÁ! CLICA AQUI.

 

piruka fé.jpg