Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MUSICPORTUGAL

UM NOVO CONCEITO DE MÚSICA!

Plutonio - Sacrificio (Prod. Sam the Kid) [c/ letra]

[Intro]
Porque niggas
Eles falam bué que o rap é isto e que o rap é aquilo
Mas eles não sabem o que é que é o rap
Enquanto não vierem nas streets, you know what I'm sayin'?
Podes ouvir o que 'tiveres aí a ouvir na Antena 3, ou no Blitz ou whatever
Mas tu não 'tás a ouvir rap, you know what I'm sayin'?
Queres ouvir rap? Tu queres ouvir the real shit?
Tens que vir aqui, nas zonas, 'tás a ver?

[Verso 1]
Cresci num bairro a dois minutos da prisão do Linhó
Dentro do bairro a casa que mais rusgas levou da bongó
Improvisei muito na esquina antes de eu virar pro
P'ra escrever rimas de platina antes de eu virar pó
Maioria das vezes acompanhado, 'memo assim 'tava só
A meter whisky na garganta p'ra desfazer o nó
No dia de treino usava fato, nunca de palitó
Lençol do hospital sangrado, eu 'tava no S.O

Problema nunca vem só
Mais um ou dois é normal
A vida dá-te um bocado
Mas nunca vem no plural
Tentas-te manter focado
Mas é preciso moral
Por cada um visionário
Tem sempre alguém que vê mal
Porque o sucesso tem um preço que não é capital
Família não é só no aniversário e natal
Amigos não entendem quando és imparcial
Às vezes a vida é complicada como o puto Sayal

 

Bem-vindo ao sacrifício
Sangue, lágrimas e suor
Bem-vindo à zona
Onde a tendência
É ir de mal a pior
Onde quem sai da penitência
Nunca volta melhor
Onde há quem chore e ore em casa
P'ra que Deus não demore
E a vida aqui não é um mar de rosas
Droga não é assim tão doce
Quando era puto fumava ganzas
Antes do pequeno-almoço
Queria pintar um mundo novo
Mas fiquei pelo esboço
Meu tropa que antes só roçava
Sem dar conta agarrou-se

Se achas que a culpa é de quem vende
Quem te disse enganou-se
Só vês a cara de quem vende
Nem imaginas quem trouxe
Tu nunca vais saber o que é viver
Com a corda ao pescoço
E o puto Alex não aguentou
Meteu a corda e enforcou-se
Eu tento me inspirar com isto
P'ra fazer o que é correto
Rezo por Deus
Mas sei que o demónio 'tá perto
Tudo o que viste em filmes
Vi debaixo do meu teto
Agora até betinhas
Dão-me afecto

 

Por falar em afeto
Muitas vezes me afetou
E eu sempre agi correto
Com quem sempre duvidou
Não sou de me queixar
Foi assim que a vida me ensinou
Por isso agradeço o apreço
De quem sempre me apoiou
No estúdio do Jamaica
Onde tudo começou
Mas nada foi igual
Depois de que o grupo acabou
Com os Ghettosupastars
Nos rebentámos com um som
Uma beca de fama
E toda gente se afastou

Mas bem no fundo eu sei
Que há males que vêm por bem
Tenho por volta de cem
Sons que eu gravei e nem lancei
Fiz coisas com os meus tropas
Que eu nunca disse a ninguém
E até hoje não durmo bem
Porque eu sou fora da lei
Com tudo p'ra falhar
Mas não falhei
Não caí mas escorreguei
Don P falhou
Mas o dinheiro vai e vem
O Whag1 falou comigo
E o meu puto Fábio também
Hoje agradeço à Bridgetown
Em nome da minha mãe


E eu não te vou mentir
Eu tive um tempo noutros caminhos
Ocupado a vender castanhas
Longe do São Martinho
'Tava mal acompanhado
Então eu segui sozinho
Liguei o sub no quarto
Acordei o meu vizinho
"Histórias Da Minha Life"
Sangue no pergaminho
Mas pus o 27 no mapa
Só a bater de fininho
Não tive pai nem padrasto
Muito menos padrinho
Nigga eu sou tio do Sam The Kid
Os rappers são meus sobrinhos

[Interlúdio: Sam The Kid]
O nosso convidado de hoje, tio do [?]
MC Plutónio, vocês sabem
Como é que é b?

[Refrão]
Não precisei de pisar ninguém
Falhar com ninguém
Mas admito que muitas vezes errei
Duvidaram de mim
E eu também duvidei
Que um dia ia orgulhar a minha mãe
Não precisei de pisar ninguém
Falhar com ninguém
Mas admito que muitas vezes errei
Duvidaram de mim
E eu também duvidei
Que um dia ia orgulhar a minha mãe

Fiz tantos sacrifícios, sacrifícios
P'ra poder vingar
E tu sem sacrifícios, sacrifícios
Não vais lá chegar
'Broda eu fiz sacrifícios, sacrifícios
P'ra poder vingar
E tu sem sacrifícios, sacrifícios
Não vais lá chegar

 

 

plutonio.jfif