Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MUSICPORTUGAL

UM NOVO CONCEITO DE MÚSICA!

09.Fev.20

Estes foram para ti os 10 melhores álbuns de música portuguesa de 2019!

Tiago Ferreira
1 I Renato Júnior - Uma Mulher Não Chora (38,4%)2 I Firgun - Gato Bravo (12,3%)3 I Silly Boy Blue - Man on Wire (8,7%)4 I Diogo Piçarra - South Side Boy (7,9%)5 I ELAS (Aurea e Marisa Liz) - 9 (4,2%)6 I Stereossauro - Bairro da Ponte (3,3%)7 I Sara Carreira - Metade (3%)8 I Nuno Ribeiro - Nuno Ribeiro (2,6%)9 I Paulo Praça - Um Lugar Pra Ficar (2,3%)10 I David Carreira - 7 Reedição (2,2%)   Obrigado pela tua participação! Parabéns a todos os artistas!! 😊 2019 foi um grande (...)
14.Jan.19

Samuel Úria apresenta "Marcha Atroz" em Lisboa e no Porto em março

Tiago Ferreira
“Marcha Atroz é um conjunto breve de canções. Canções sobre o que não é breve. Este mini-álbum vem como brinde (no sentido de oferta, mas também no sentido de tchin tchin) das reedições em vinil dos meus 3 últimos álbuns. Tem, portanto, qualquer coisa paradoxal: ser um conjunto de canções inéditas mas que servem de retrospectiva. Está aí a locomoção atroz, uma viagem no tempo em passo de marcha.”   Foi desta forma que Samuel Úria nos introduziu “Marcha Atroz” (...)
14.Jan.19

MÚSICA NOVA DO DIA I João Só - Mais Ninguém

Tiago Ferreira
Depois de no ano passado ter editado “O Bom Rebelde” – uma compilação que reúne os seus melhores temas, alguns inéditos e ainda novas reinterpretações de alguns temas mais antigos –, e que celebra os 10 anos da sua carreira João Só regressa com a reedição de “Mais Ninguém”. Sempre que vierem com novas revelações, teorias comprovadas e outras confusões, não façam caso. É isto que João Só nos propõe com “Mais Ninguém”, uma canção de 2013, editada no álbum “
15.Nov.18

MÚSICA NOVA DO DIA I Tiago Bettencourt ft. Tiago Guillul - Canção de Tiago Lacrau

Tiago Ferreira
2008 foi um ano em que música portuguesa mudou (e melhorou). Um dos ingredientes nessa história foi o disco "IV", de Tiago Guillul.  Aproveitando a marca redonda da década, a FlorCaveira e a Valentim de Carvalho reeditam o "IV" em versão tripla: o original, o disco regravado por quinze músicos (Luís Severo, Lacraus, HMB, Filipe da Graça, Filipe Sambado, João Eleutério, Jorge Cruz, Manuel Fúria, Benjamim, Tiago Bettencourt, Samuel Úria, O Martim, Bruxas Cobras, Suave e B (...)
07.Set.18

Metallica reeditam o álbum “…And Justice For All” a 2 de novembro

Tiago Ferreira
Os Metallica estão a comemorar o 30.º aniversário do lançamento do marcante quarto álbum de estúdio, “…And Justice For All”, com a notícia da reedição do disco, a 2 de novembro. A reedição de “…And Justice For All” foi remasterizada de forma a garantir a melhor qualidade sonora, tendo esse trabalho sido supervisionado por Greg Fidelman.  Esta nova edição estará disponível em formato digital e físico e as pré-vendas já começaram em www.metallica.com (...)
24.Jul.18

Bob Marley & The Wailers I 40 anos do álbum “Kaya” celebrados com reedição especial a 24 de agosto

Tiago Ferreira
No próximo dia 24 de agosto celebrar-se-ão os 40 anos de “Kaya”, o álbum histórico de Bob Marley & The Wailers, editado originalmente em março de 1978.  Esta edição especial de aniversário conta com uma nova e vibrante mistura do álbum original levada a cabo por Stephen “Ragga” Marley, que poderá ser descoberta lado a lado à versão original do disco. Esta reedição de “Kaya” estará disponível em 2CD e 2LP, sendo que a versão digital resume-se à nova (...)
17.Jul.18

Guns N’ Roses ultrapassam os 1 mil milhões de visualizações com “November Rain”

Tiago Ferreira
O monumental vídeo dos Guns N’ Roses para o tema clássico “November Rain” acaba de ultrapassar oficialmente a marca de 1 mil milhões de visualizações no YouTube. Este é o único vídeo de música lançado antes do ano 2000 que atingiu os 1 mil milhões de visualizações nesta plataforma. “November Rain” foi lançado originalmente em 1992 como um single do álbum “Use Your Illusion I”, e o vídeo mantém-se como um dos mais ambiciosos de sempre, focando-se numa (...)
27.Abr.18

The Rolling Stones reeditam discografia de 1971 a 2016 em vinil

Tiago Ferreira
Sempre que os The Rolling Stones fazem algo, fazem-no com qualidade e gravitas. Tendo definido o rock’n’roll nos anos 1960, os The Rolling Stones entraram na sua fase imperial em 1971 com “Sticky Fingers”. O que se seguiu foi um conjunto de álbuns que não podia acontecer noutra altura, por nenhuma outra banda: do excesso decadente de “Exile On Main St.” aos ambientes disco/punk de “Some Girls”. Em cada década, os Stones evoluíram mantendo-se honestos às suas (...)